Boletim

Em dia de reabertura de muitas praias e parques, Pernambuco bate a marca de 50 mil casos de coronavírus

O Estado confirmou mais 1.398 casos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas

Vanessa Moura
Vanessa Moura
Publicado em 20/06/2020 às 12:40
Notícia
WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM
A prática de exercícios físicos é restrita ao calçadão - FOTO: WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM
Leitura:

No dia em que muitas praias, parques e calçadões do estado puderam 'reabrir' após mais de dois meses fechados por conta da pandemia do novo coronavírus, a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) confirmou mais 1.398 casos de pessoas infectadas pela doença nas últimas 24 horas, batendo a marca dos 50 mil casos confirmados. De acordo com o boletim divulgado pelo órgão, neste sábado (20), 46 óbitos também foram confirmados laboratorialmente.

>>Saiba o que está permitido a partir deste sábado (20) nas praias, calçadões e parques do Recife

>>Saiba como Cabo, Jaboatão e Itamaracá vão proceder com relação à abertura de praias e parques

>>Reabertura de praias em Porto de Galinhas e no Grande Recife traz alívio para o turismo

>>Com abertura de praias e parques no Grande Recife, expectativa para retomada das academias aumenta

Desde o início da pandemia, Pernambuco totaliza 51.118 casos de covid-19 e 4.148 pacientes que não resistiram à doença. Dos novos casos confirmados neste sábado, 1.259 (90%) são casos leves e 139 (10%) se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag). Do total de casos, 17.976 são enquadrados como graves e 33.142 leves.

Ainda, de acordo com o boletim, os leitos de UTI da rede pública tem uma ocupação de 83%, enquanto os de enfermaria são de 41%, o que representa uma média de ocupação de leitos de 57%, dentro de um universo total de 1.713 leitos ofertados pelo Estado.

Detalhamento de casos

Os casos graves confirmados da doença estão distribuídos por 174 municípios pernambucanos, além do Arquipélago de Fernando de Noronha e da ocorrência de pacientes em outros Estados e países. Também foram confirmados laboratorialmente 46 óbitos, sendo 29 homens e 17 mulheres, entre eles, residentes nos municípios de Abreu e Lima, Água Preta, Altinho, Amaraji, Bom Conselho, Cabo de Santo Agostinho, Caruaru, Escada, Garanhuns, Ipubi, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Palmares, Petrolina, Recife, São Joaquim do Monte, São Vicente Ferrer, Vitória de Santo Antão.

Os 46 óbitos confirmados hoje aconteceram entre os dias 28 de abril e 19 de junho e os pacientes tinham idades entre 37 e 92 anos. Algumas da comorbidades presentes nos pacientes que morreram foram hipertensão, diabetes, doença cardiovascular, doença renal, tabagismo, doença pulmonar, histórico de AVC, obesidade, doença respiratória. Apenas um não possuía doenças pré-existentes.

Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, até agora, 14.435 casos foram confirmados e 16.772 descartados. As testagens abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública estadual e municipal ou privada.

Reabertura de praias e parques

A decisão assinada pelo governador Paulo Câmara (PSB) na última sexta-feira (19) afirmou que a reabertura poderia ser feita já neste sábado, 20 de junho, e é válida somente para cidades da Região Metropolitana do Recife. As faixas litorâneas das cidades das Matas Sul e Norte permanecem fechadas por, segundo o Estado, ainda não terem estabilizado os números da contaminação da covid-19. Estes locais públicos estão com acesso proibido desde o dia 4 de abril em cumprimento do decreto de número 48.881/20, publicado no dia 3 de abril, que visa conter o avanço do novo coronavírus no Estado.

>>Praias do Janga, Pau Amarelo e Maria Farinha, no Litoral Norte de Pernambuco, têm banho de mar liberado a partir de segunda-feira (22)

Inicialmente, a medida era válida por apenas três dias e liberava o uso do calçadão para a realização de atividades físicas, como caminhada ou corrida. Em 6 de abril, também foi decretada a proibição do acesso aos calçadões. As vagas de estacionamento da avenida Boa Viagem também foram bloqueadas. Desde então, o decreto vem sendo prorrogada pelo Governo.

 

Assine a nova newsletter do JC e fique bem informado sobre o coronavírus

Todos os dias, de domingo a domingo, sempre às 20h, o Jornal do Commercio divulga uma nova newsletter diretamente para o seu email sobre os assuntos mais atualizados do coronavírus em Pernambuco, no Brasil e no mundo. E como faço para receber? É simples. Os interessados podem assinar esta e outras newsletters através do link jc.com.br/newsletter ou no box localizado no final das matérias.

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (mascára cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

Confira o passo a passo de como lavar as mãos de forma adequada

 

Comentários

Últimas notícias