boletim

Pernambuco ultrapassa a marca de 60 mil casos de coronavírus

Foram confirmados mais 1.414 casos e 74 mortes nas últimas 24 horas no Estado.

Bruna Oliveira Cinthya Leite
Bruna Oliveira
Cinthya Leite
Publicado em 02/07/2020 às 12:08
Notícia
YACY RIBEIRO/ JC IMAGEM
Mais de 60 mil pessoas já foram infectadas pelo coronavírus em Pernambuco - FOTO: YACY RIBEIRO/ JC IMAGEM
Leitura:

A Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) confirmou, nesta quinta-feira (2), mais 1.414 casos de coronavírus e 74 novos óbitos em decorrência da covid-19, tendo 47 (63,5%) ocorrido entre os dias 19 de abril e 28 junho. Já outras 27 (36,5%) mortes aconteceram nos últimos três dias. Agora, Pernambuco totaliza 61.119 casos de pessoas infectadas pelo vírus, desde o início da pandemia, em que 4.968 pacientes não resistiram à doença e vieram a óbito.

TUDO SOBRE A COVID-19

» Saiba tudo sobre o novo coronavírus

» Estou com sintomas de coronavírus. O que fazer?

» Especialistas alertam sobre sintomas menos comuns do coronavírus

» Veja o que se sabe sobre a cloroquina e a hidroxicloroquina no combate ao coronavírus

» Veja locais do Recife que atendem pessoas com sintomas leves do novo coronavírus

» Vacina brasileira para o coronavírus entra em fase de testes em animais

» OMS esclarece que assintomáticos transmitem coronavírus: 'Questão é saber quanto'

Dos casos confirmados no boletim desta quinta, 141 (10%) foram diagnosticados como Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 1.273 (90%) como leves, ou seja, pacientes que não demandaram internamento hospitalar e que estavam na fase final da doença ou já curados. Já com relação ao número total de casos, 19.779 foram considerados graves e 41.340, leves.

Os detalhes epidemiológicos serão repassados ao longo do dia pela Secretaria Estadual de Saúde.

» Está recuperado da covid-19? Veja como doar plasma para pacientes internados em Pernambuco

» Terapia fotodinâmica pode combater infecções decorrentes do coronavírus

» Pernambuco revisa dados e dois municípios aparecem livres do coronavírus

Recife desativa 210 leitos de enfermaria

Como anunciou no último mês, a Prefeitura do Recife conclui a desativação de 210 leitos de enfermaria dos hospitais de campanha montados na área externa das Policlínicas Amaury Coutinho (Campina do Barreto), Arnaldo Marques (Ibura) e Barros Lima (Casa Amarela), além das vagas de enfermaria do Hospital da Mulher do Recife (Curado). A justificativa da gestão municipal para a redução dos leitos está na deitada da curva epidêmica da covid-19 na capital pernambucana. Segundo a prefeitura, o número de novos casos de infecção pelo coronavírus está em queda há 45 dias no Recife. As quatro unidades provisórias que tiveram desativação de vagas de enfermaria fizeram mais de 1,5 mil internações – um terço delas para oferecer assistência a moradores de outras cidades. Com isso, cai de 682 para 472 o número de leitos desse tipo no Recife. Também foram reduzidas de 22 para 20 as unidades da Atenção Básica para atendimento de pacientes com suspeita de covid-19.

Por outro lado, subiu na capital o número de vagas de terapia intensiva – mais demandadas atualmente do que os leitos de enfermaria em todo o Estado. A prefeitura anunciou que abriu 17 leitos para suporte aos pacientes em estado mais grave no Hospital Evangélico de Pernambuco e nos hospitais de campanha dos Coelhos, da Imbiribeira e do Hospital da Mulher. Dessa maneira, sobe de 289 para 306 a quantidade de vagas de unidade de terapia intensiva (UTI). A gestão municipal ainda acrescentou que está prevista a abertura de mais leitos na cidade.

Outro detalhe sobre a tendência de estabilização de casos de covid-19 no Recife é que, no início da epidemia de covid-19, a cidade chegou a somar mais da metade (54%) de todos os casos da doença no Estado. Em junho, foram confirmadas 5.165 infecções, o que representa 21,5% do total de quase 24 mil pessoas infectadas no Estado no mesmo mês. Agora, 78,5% dos novos casos de covid-19 em Pernambuco estão distribuídos em cidades fora da capital.

Além disso, o boletim de ontem da Secretaria de Saúde de Pernambuco (SES) traz dados que mostram o Recife ocupando o segundo lugar entre os municípios do Estado com mais pacientes graves internados com confirmação de covid-19. Atualmente Jaboatão dos Guararapes, com 680, é o primeiro que tem mais pessoas em seus leitos. O Recife vem depois, com 660 pacientes. Em terceiro, está Olinda (550), que é seguida por Paulista (472) e por Caruaru (310).

No Agreste de Pernambuco, Caruaru, que passa pelo período de quarentena rígida junto a Bezerros, tem sentido a pressão da covid-19 na assistência hospitalar. Nos últimos dias, a taxa de ocupação dos leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) de Caruaru tem variado entre 85% e 100%. A alta demanda faz com que moradores da cidade que precisam de leitos sejam encaminhados para a capital pernambucana. Até a terça-feira (30), dos 169 pacientes internados em UTIs dos hospitais de campanha do Recife, 60 são residentes da cidade. Em seguida, vêm 20 de Caruaru. As outras 89 pessoas nos leitos de terapia intensiva são de outras localidades, com números que variam de 1 a 5 pacientes distribuídos entre 51 municípios. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias