COLUNA JC SAÚDE E BEM-ESTAR

Recife acumula mais de 50 dias de queda na curva de velocidade do novo coronavírus

Capital pernambucana mantém indicadores em baixa durante processo de flexibilização das atividades socioeconômicas.

Cinthya Leite
Cinthya Leite
Publicado em 13/07/2020 às 23:17
Notícia
ANDRÉA RÊGO BARROS/PCR
Ao longo da epidemia, Recife construiu sete hospitais de campanha, que fez mais de 12 mil atendimentos e registrou duas mil altas - FOTO: ANDRÉA RÊGO BARROS/PCR
Leitura:

A capital pernambucana, por onde o novo coronavírus iniciou a sua rota de expansão no Estado, em março, está há mais de 50 dias com indicadores da covid-19 em queda, incluindo número de casos e mortes, como também diminuição na demanda por leitos hospitalares. Desde o último dia sábado (11), o Recife permanece na quarta posição das cidades de Pernambuco com mais pacientes graves internados com diagnóstico confirmado da doença. Até ontem eram 382 pessoas em hospitais da cidade. No dia 26 de junho, apenas a capital tinha 737 pacientes internados em vagas de enfermaria e unidade de terapia intensiva – quase o dobro do número atual. Era a primeira cidade com maior número de pessoas que lutavam pela sobrevivência nos leitos hospitalares. 

“Agora a gente está na etapa da prevenção, de convivência com a pandemia, que requer muitos cuidados, sobretudo para os grupos de risco, como as pessoas idosas. É muito importante continuar limpando sempre as mãos, usando álcool em gel, máscara e mantendo a distância um do outro. Todo esse esforço faz com que estejamos há mais de 50 dias em queda de casos de covid aqui em nossa cidade”, disse o prefeito Geraldo Julio, durante pronunciamento, nesta segunda-feira (13), em que fez um balanço dos quatro meses da confirmação dos primeiros casos de covid-19 na cidade. “Queremos continuar com todos os recifenses unidos enfrentando esta pandemia e salvando vidas”, acrescentou. Para enfrentar a epidemia, o Recife criou sete hospitais de campanha. Desde março, a rede municipal fez mais de 12 mil atendimentos e registrou, na sexta-feira (10), duas mil altas nos hospitais.

Atualmente o município totaliza 23.074 casos confirmados da covid-19, sendo 14.976 casos leves da doença e 8.098 casos graves, além de 1.974 mortes. Além disso, o boletim aponta um total de 19.183 pacientes já recuperados da doença.

Pernambuco

Na segunda-feira (13), a Secretaria Estadual de Saúde (SES) confirmou 431 novos casos da covid-19. Entre eles, 315 (73%) foram de casos leves – pacientes que não demandaram internamento hospitalar e que estavam na fase final da doença ou já recuperados. Os outros 116 (27%) foram de pessoas que tiveram a forma grave do novo coronavírus. Agora Pernambuco totaliza 72.901 casos já confirmados, sendo 21.203 graves e 51.698 leves. Além disso, o boletim registrou um total de 51.095 pessoas recuperadas da doença. Desse total, 10.661 foram de casos graves, que demandaram leitos no sistema de saúde, e 40.434 foram pessoas que apresentaram sintomas leves da doença. Ainda segundo a SES, o Estado totaliza 5.652 pessoas que não resistiram às complicações do vírus e foram a óbito.

Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas sugestivos de covid-19 em Pernambuco, 17.207 casos já foram confirmados e outros 22.593 descartados. As testagens entre os trabalhadores do setor abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual e municipal) ou privada.

Já entre a população privada de liberdade no Estado, 867 casos de covid-19 foram confirmados e 1.967 descartados.

Confira os casos da covid-19 em Pernambuco por município:

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias