ALERTA

Mesmo com queda de casos da covid-19, feriadão de 12 de outubro preocupa autoridades de Pernambuco

"É preciso que cada um seja agente de proteção", ressaltou o secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo

Cinthya Leite
Cinthya Leite
Publicado em 08/10/2020 às 7:34
Notícia

BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
No feriado de 7 de setembro muita gente invadiu as praias, não respeitou distanciamento e quase não usou máscara - FOTO: BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Leitura:

Atualizada às 15h22

A média de casos graves confirmados e mortes decorrentes da covid-19 permanece em queda em Pernambuco, segundo indicadores divulgados pelo governo do Estado, mas a proximidade do feriado prolongado de Nossa Senhora Aparecida preocupa as autoridades sanitárias locais. À medida que o número de mortes pelo novo coronavírus tende a estabilizar, observa-se que parte dos cidadãos adota um comportamento mais relaxado diante das medidas preventivas. Esse é um problema e tanto, pois a luta contra a infecção não acabou. Basta acompanhar o que tem ocorrido em países da Europa, que enfrentam novas ondas após uma aparente superação da pandemia.

“Esses números são reflexos de nossas atitudes até agora. Por isso, aproveito para fazer um chamado à consciência de todos: já que este próximo fim de semana será prolongado, por causa do feriado, é preciso que cada um seja agente de proteção”, ressaltou nessa quarta-feira (7), em coletiva de imprensa transmitida pela internet, o secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo. Ele frisou que, para o Estado manter a continuidade de queda nos números de casos e óbitos, o comportamento de cada pessoa é essencial e permitirá mais avanços no plano de retomada das atividades socioeconômicas.

BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Em dia de muito sol, o feriadão de Sete de Setembro, lota a Praia de Boa Viagem de banhistas. - BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Em dia de muito sol, o feriadão de Sete de Setembro, lota a Praia de Boa Viagem de banhistas. - BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Em dia de muito sol, o feriadão de Sete de Setembro, lota a Praia de Boa Viagem de banhistas. - BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Em dia de muito sol, o feriadão de Sete de Setembro, lota a Praia de Boa Viagem de banhistas. - BOBBY FABISAK/JC IMAGEM

“Lavar as mãos com frequência, usar a máscara corretamente e cumprir o distanciamento social são uma questão de compromisso com a vida e uma demonstração de cuidado com a saúde de todos.” Segundo Longo, as aglomerações, vistas no feriadão da Independência do Brasil, podem fazer com que o governo tenha que retroceder diante das conquistas alcançadas, como a reabertura dos serviços, comércio e a liberação de atividades sociais e de lazer. “A falta de cuidado pode colocar a perder tudo o que conquistamos, pois tende a aumentar a possibilidade de contágio e nos torna mais susceptíveis à contaminação pelo vírus”, acrescentou.

Em Pernambuco, a desaceleração da pandemia tem trazido dados que sustentam a retomada dos setores produtivos. Na análise da última semana epidemiológica, a de número 40 (de 27 de setembro a 3 de outubro), todos os indicadores do novo coronavírus se mostraram com tendência de queda. “Nessa semana, foram 675 casos de síndrome respiratória aguda grave (srag), que são suspeitos de covid-19. Foi uma redução de 14,2%, em comparação à 38ª semana epidemiológica. Esse número é muito próximo do que observamos na 12ª semana, de 15 a 21 de março. Voltamos a patamares registrados naquele mês, antes do processo de maior aceleração da epidemia no Estado, com 645 casos”, informou o secretário. Ele disse ainda que a mesma tendência ocorreu com os óbitos por srag, que tiveram uma redução de 40,1% na comparação dos 15 dias. Essa queda aconteceu, segundo Longo, em maior ou menor grau, em todas as macrorregiões de Pernambuco.

“Esses indicadores positivos não nos permitem romper com o distanciamento social e abrir mão do uso de máscara e dos novos protocolos de convivência. O fato de não termos tido aumento (de casos e mortes por covid-19), após as aglomerações vistas em 7 de setembro não nos autorizam a sermos displicentes neste próximo feriado”, frisou Longo, se deixar de sublinhar que a sociedade não pode menosprezar as regras de convivência com a pandemia. “Tenho certeza de que ninguém que dar passos para trás nem perder ainda mais vidas de pessoas próximas”, frisou Longo.

Atualmente está ocupada metade (50%) de todos os 2.088 leitos da rede pública do Estado voltados a pacientes que apresentam quadros de srag (ou seja, inclui pessoas com suspeita ou diagnóstico confirmado da infecção pelo novo coronavírus). Por essa taxa, são mais de mil doentes em Pernambuco, nas vagas de enfermaria e terapia intensiva do Sistema Único de Saúde (SUS), que apresentam sintomas graves sugestivos de covid-19. É um número ainda alto. Além desse dado, há de se considerar o universo de pacientes, com o mesmo quadro, que recebe atendimento nos hospitais da rede privada (número que não é apresentado no boletim do governo).

Qual o plano das prefeituras para 12 de outubro?

Recife

A gestão afirmou ainda não ter definição específica sobre planos de fiscalização, e que divulgará assim que formulá-lo. 

Olinda

A Prefeitura de Olinda também ainda não divulgou um plano de fiscalização das praias do município. 

Ipojuca

A Prefeitura de Ipojuca anunciou que o esquema para o feriado do dia 12 de outubro será o mesmo do dia 7 de setembro.

"A Autarquia Municipal de Trânsito e Transporte (AMTTRANS) durante o feriado realiza fiscalização em pontos surpresa para verificar se bugueiros e quem realiza transporte coletivo estão cumprindo a portaria municipal de cuidados sanitários no transporte de passageiros. Agentes ambientais também reforçam os trabalhos no feriado em relação ao cumprimento das novas medidas na orla, sobretudo nas piscinas naturais", disse.

Normalmente, nos finais de semana, segundo a gestão, participam da fiscalização 110 guardas municipais no sábado, 110 no domingo e 30 salva vidas por dia. Já nos feriados, número aumenta para 390 guardas municipais e 60 salva-vidas.

"Os agentes de controle urbano se dividem entre a orla e a Vila de Porto para verificação dos protocolos estaduais e municipais, mas fazem a fiscalização em conjunto com agentes da vigilância sanitária, educadores da saúde que fazem a conscientização de turistas, banhistas e comerciantes da orla sobre uso da mascara na faixa de areia e os cuidados sanitários como higienização de barracas, distância entre elas, etc.", informou, por nota.

Por fim, Ipojuca garantiu que, desde o último feriado, equipe da Secretaria de Turismo distribui máscaras nas praias.

Cabo de Santo Agostinho

A Prefeitura do Cabo de Santo Agostinho afirmou que as ações serão as mesmas do dia 7 de setembro. "De forma educativa e integrada entre as secretarias de Saúde, Defesa Social, Programas Sociais, Desenvolvimento Econômico e Turismo, Controle Urbano e Serviços públicos, com efetivo diário de 40 pessoas", irá atuar na conscientização da pandemia com orientação e distribuição de máscaras, além de abordagem aos bares e restaurantes que estarão funcionando durante o feriado de 12 de outubro nas praias da cidade.

Jaboatão dos Guararapes

A Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes afirmou que foi feito um reforço no número do efetivo que irá fiscalizar as praias, mas não detalhou quantas pessoas a mais irão trabalhar no 12 de outubro, em relação ao último feriado.

A gestão disse que estará com uma equipe formada por cerca de 70 pessoas, de diversas áreas, para realizar o monitoramento nas praias no dia 12 de outubro. "Serão utilizados dois quadriciclos, três viaturas da Guarda Municipal e seis motos pelos agentes de trânsito, tendo em vista que é um feriado, e, por isso, vamos ter a ciclofaixa liberada. A ação ainda vai contar com o apoio de um drone. Serão distribuídas pulseiras de identificação para as crianças. A ação contará com o apoio de equipes do Grupamento de Apoio ao Meio Ambiente (Gama), Vigilância Sanitária, Procon e da Secretaria Executiva de Turismo, Cultura, Esportes e Lazer", garantiu.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias