Covid-19

Dois pacientes de Manaus curados da covid-19 recebem alta no Recife

Agora, o Hospital das Clínicas trata 10 pacientes com covid-19 vindos de Manaus, sendo três na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e sete na enfermaria. Todos apresentam quadro estável

Luisa Farias
Luisa Farias
Publicado em 30/01/2021 às 14:04
Notícia
Divulgação/Ministério da Educação
Dyego Morais, 31 anos, e Darlem Oliveira, 31 anos, estavam internados desde o último sábado (24) na Enfermaria de Doenças Infecciosas e Parasitárias do HC - FOTO: Divulgação/Ministério da Educação
Leitura:

Dois pacientes que vieram de Manaus para tratamento contra a covid-19 no Recife receberam alta neste sábado (30) do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), localizado na Cidade Universitária, Zona Oeste do Recife. Eles embarcam ainda no sábado para a capital do Amazonas em um voo comercial. Agora, o Hospital das Clínicas trata 10 pacientes com covid-19 vindos de Manaus, sendo três na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e sete na enfermaria. Todos apresentam quadro estável.

>> Morre segundo paciente com covid-19 transferido de Manaus para o Recife

Ao todo, foram transferidos 26 pacientes com covid-19 para o Recife. No Hospital de Referência à Covid-19 Unidade Boa Viagem, antigo Hospital Alfa, estão 12 pacientes. Duas pessoas faleceram por complicações da doença. 

Dyego Morais, 31 anos, e Darlem Oliveira, 31 anos, estavam internados desde o último sábado (24) na Enfermaria de Doenças Infecciosas e Parasitárias do HC. O hospital é uma filial da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), vinculada ao Ministério da Educação. 

"Só quero agradecer pela recepção que tive dos médicos, do pessoal da limpeza e de todos que me acolheram de braços abertos para eu poder vencer essa doença e poder ir para casa", afirmou Darlem Oliveira.

Dyego Morais também agradeceu ao acolhimento no Recife. "Sensação de ir para casa é a melhor. Vou voltar para o lar, para a minha família, para os meus filhos e isso é muito gratificante. Mais uma vez, agradeço a família do Hospital das Clínicas. Sou só gratidão. Meu muito obrigado. Fiquem com Deus", disse. 

O superintendente do Hospital das Clínicas, Luiz Alberto Mattos, mostrou-se satisfeito com a alta dos dois pacientes. "É uma alta carregada de simbolismo em função de toda a mobilização da equipe do HC-UFPE/Ebserh. Nós devolvemos os pacientes aos seus familiares com muita alegria. Agradecemos a todos os envolvidos nesta Operação Manaus, desde a chegada ao retorno desses pacientes para casa", apontou Luiz Alberto.

Manaus

Manaus enfrenta um colapso na área da saúde devido a pandemia da covid-19, com a falta de número suficiente de profissionais de saúde, leitos e o mais crítico, oxigênio para atender os pacientes. 

Durante cerimônia de recepção de profissionais do Programa Mais Médicos em Manaus, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, apontou a remoção de pacientes de Manaus como única solução para diminuir a fila na capital do Amazonas. "Sem a remoção de 1.500 pessoas, vão continuar morrendo 80 a 100 pessoas por dia", afirmou. 

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), foram transferidos 138 pacientes e três familiares para hospitais universitários da Rede Ebserh/MEC. Ao todo, foram disponibilizados 205 leitos em nove hospitais. 

Veja a lista dos hospitais disponibilizados pela Rede para receber pacientes de Manaus 

- Hospital Universitário da Universidade Federal do Piauí (HU-UFPI/Ebserh), em Teresina;

- Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco (HC-UFPE/Ebserh), no Recife;

- Hospital Universitário da Universidade Federal do Maranhão (HU-UFMA/Ebserh), em São Luís;

- Hospital Universitário de Brasília (HUB-UnB);

- Hospital Universitário Onofre Lopes (Huol-UFRN), em Natal;

- Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW-UFPB/Ebserh), em João Pessoa;

- Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás (HC-UFG/Ebserh), em Goiânia;

- Hospital Universitário Prof. Alberto Antunes (Hupaa-Ufal/Ebserh), em Maceió;

- Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC-UFC), em Fortaleza.

Comentários

Últimas notícias