PANDEMIA

Pernambuco registrou 1.724 casos de covid-19 e mais 24 mortes em decorrência da doença nesta terça-feira (23)

Até agora, o Estado já registrou 292.913 casos da doença, sendo 32.192 graves e 260.721 leves

Danielle Santana
Danielle Santana
Publicado em 23/02/2021 às 12:58
Notícia
FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Pernambuco tem registrado em média 1.429 casos por dia, o que representa uma alta de 6% na média móvel - FOTO: FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Leitura:

Sofrendo com o aumento das restrições em alguns municípios, Pernambuco confirmou nesta terça-feira (23) novos 1.724 casos de covid-19. Até agora, o Estado já registrou 292.913 casos da doença, sendo 32.192 graves e 260.721 leves.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), 61 (3,5%) casos dos confirmados nesta terça são de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), enquanto os outros 1.663 (96,5%) são leves, que não costumam demandar internação hospitalar. Levando em consideração os dados dos últimos sete dias, Pernambuco tem registrado em média 1.429 casos por dia, o que representa uma alta de 6% em comparação com o número de confirmações de duas semanas atrás.

Mortes

A SES-PE também confirmou mais 24 óbitos em decorrência do novo coronavírus. De acordo com a pasta, as mortes teriam acontecido entre os dias 10 e 22 de fevereiro. No Estado, a média é de 25 novos registros por dia, o que indica uma queda de 1% em comparação com o número registrado 14 dias atrás.

Desde o início da pandemia, Pernambuco já perdeu 10.887 vidas para a doença. Os detalhes epidemiológicos serão repassados ao longo do dia pela Secretaria Estadual de Saúde.

Média móvel

O indicador é calculado pela soma de registros da última semana dividido por sete. É considerada tendência de alta ou queda quando a variação é superior a 15%, para baixo ou para cima. Esta é a maneira mais eficaz de medir o avanço da pandemia. Nesta terça, a média de mortes está em 25, o que representa uma queda de 1% quando comparado ao número de duas semanas atrás. Já a média móvel de casos é de 1.429, o que aponta um aumento de 6% nos registros.

Comentários

Últimas notícias