PANDEMIA

Paulista suspende aplicação da 1ª dose da vacina contra a covid-19 por falta de imunizantes

De acordo com a prefeitura, as últimas doses foram aplicadas nessa segunda (22)

Katarina Moraes
Katarina Moraes
Publicado em 23/02/2021 às 11:43
Notícia

BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Campanha de imunização de idosos que não conseguem se deslocar aos pontos de vacinação em Paulista - FOTO: BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Leitura:

A cidade de Paulista, no Grande Recife, suspendeu a aplicação da primeira dose da vacina contra a covid-19 nesta terça-feira (23). Segundo a prefeitura, já foram utilizados todos os imunizantes disponíveis. O município informou que as últimas 210 doses foram aplicadas nessa segunda (22). Mesmo assim, a segunda dose está garantida para quem já tomou a primeira. Este foi o primeiro município de Pernambuco a interromper a campanha.

Por nota, a Secretaria de Saúde Municipal diz aguardar a chegada de novas vacinas por parte da Secretaria Estadual para retomar a campanha de imunização, que ainda se encontra na primeira fase. Segundo o município, a previsão dada pelo governo estadual é que um novo lote chegue no município entre o dia 28 de fevereiro e o início de março.

"Estamos aguardando as novas doses de vacina que segundo o Ministério de Saúde e a Secretaria de Saúde do Estado devem estar chegando entre 28 de fevereiro e início de março e assim que recebemos novas doses voltaremos a vacinar os nossos munícipes", afirmou a secretária secretária executiva de saúde do município, Sônia Arruda.

A Secretaria de Saúde informou ter recebido, até o momento, 5.476 doses da CoronaVac, dividida em 2 lotes; o primeiro de 1.890 e o segundo de 3.586. A cidade também recebeu um único lote com 3.140 doses da Astrazeneca.

Segundo a prefeitura, foram imunizados com a primeira dose 2.106 trabalhadores da saúde; 334 idosos em instituições de longa permanência; 1.188 idosos de 80 a 84 anos, e 2.224 a partir de 85 anos. Foram ministradas a segunda dose em 1.325 profissionais da saúde e 305 em idosos de instituições de longa permanência. Todos os idosos com mais de 80 anos foram vacinados com o imunizante da Astrazeneca.

A reportagem solicitou um posicionamento da Secretaria Estadual de Saúde sobre a suspensão, e atualizará esta matéria assim que receber uma resposta.

ROVENA ROSA/AGÊNCIA BRASIL
Paulista foi o primeiro município de Pernambuco a interromper a campanha - FOTO:ROVENA ROSA/AGÊNCIA BRASIL

Comentários

Últimas notícias