pandemia

Covid-19: Pernambuco mantém alta na média móvel de casos pelo 2º dia consecutivo após um mês de estabilidade

Nesta sexta-feira (30), a Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco confirmou mais 1.917 casos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus no Estado

Bruna Oliveira
Bruna Oliveira
Publicado em 30/04/2021 às 12:55
JUAN BARRETO/AFP
Chile registrou disparada de 30,6% nos novos casos nos últimos 30 dias - FOTO: JUAN BARRETO/AFP
Leitura:

A Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) confirmou mais 1.917 casos de pessoas infectadas pela covid-19 nesta sexta-feira (30). Com o novo dado, a média móvel de casos, que leva em consideração os números dos últimos sete dias, atingiu 2.121 casos. Isso representa uma tendência de alta pelo segundo dia consecutivo após o Estado apresentar 30 dias de tendência à estabilidade.

>> Comorbidades: veja os dois grupos inicialmente priorizados para vacina contra covid-19 em Pernambuco 

>> Atrasar aplicação da 2ª dose da CoronaVac em alguns dias não prejudica eficácia, diz médico

Com a tendência de alta na média móvel, registrada em 23% nesta sexta-feira, o dado preocupa, visto que, desde o fim de março, Pernambuco vem confirmando, diariamente, altos números de pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Anteriormente, embora confirmasse um número alto de casos, esses números eram acompanhados de uma tendência de estabilidade, que foi quebrada nessa quinta-feira (29).

A média móvel é considerada a melhor forma de medir o comportamento da pandemia. Ela contabiliza a média dos últimos sete dias (contando com hoje) e compara com 14 dias atrás. Variações acima de 15%, seja para mais ou menos, indicam tendência de alta ou queda, respectivamente. Já abaixo disso, indica estabilidade.

Total de casos

Com os novos casos confirmados pela SES-PE, o Estado totaliza 406.585 pessoas infectadas pela covid-19, desde o início da pandemia. Das 1.917 confirmações, 155 (8%) são de pacientes que desenvolveram Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 1.762 (92%) são casos leves. Já com relação ao número total de casos, 40.234 pessoas foram diagnosticadas com situação clínica grave, enquanto 366.351 não apresentaram sintomas da doença ou tiveram apenas sintomas leves.

Mortes

No informe divulgado nesta sexta, a Secretaria Estadual de Saúde também confirmou mais 71 óbitos em decorrência de complicações causadas pela covid-19. Essas mortes, mesmo que diagnosticadas laboratorialmente apenas nas últimas 24 horas, ocorreram entre os dias 3 de junho de 2020 e essa sexta-feira. Dessa forma, a média móvel de óbitos ficou estabelecida em 73 óbitos, com uma tendência de alta de 18%.

O Estado agora contabiliza 14.038 vidas perdidas para a covid-19 desde que o novo coronavírus passou a circular entre a população. Os detalhes epidemiológicos serão repassados ao longo do dia pela Secretaria.

 

Comentários

Últimas notícias