PROTESTO

Educadores físicos e médicos veterinários fazem carreata no Recife para cobrar prioridade na vacinação contra a covid-19

Concentração acontece na Fábrica Tacaruna, em Campo Grande, Zona Norte do Recife; grupo seguirá em direção à sede da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), no Bongi, Zona Oeste da capital

Katarina Moraes
Katarina Moraes
Publicado em 19/05/2021 às 9:49
Notícia
WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM
Manifestação de profissionais da Educação Física e da Medicina Veterinária - FOTO: WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM
Leitura:

Representantes dos profissionais de Educação Física e de Medicina Veterinária de Pernambuco realizam, na manhã desta quarta-feira (19), uma carreata pedindo pela vacinação total das categorias contra a covid-19. O ato tem concentração na Fábrica Tacaruna, em Campo Grande, Zona Norte do Recife, e o grupo seguiu, por volta das 10h30, em direção à sede da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), no Bongi, Zona Oeste da capital.

Organizadora da manifestação, a veterinária Cristiane Aguiar denuncia que apenas os profissionais vinculados à Prefeitura do Recife foram incluídos no grupo prioritário de imunização. “No momento em que fomos para os postos de saúde ser vacinados, fomos barrados, porque só estavam inclusos os que trabalhavam para prefeitura. Quem é da rede particular ou autônomo, quem trabalha em hospitais, clínicas, consultórios não foi contemplado”, afirma.

Ela revela a preocupação da classe em ser infectada pelo novo coronavírus, pelo contato constante com os tutores dos pets. “Além de sermos serviços essenciais, porque não paramos na pandemia, a exposição do médico veterinário é grande, porque o animal não vai sozinho para a clínica. Não conseguimos manter um distanciamento seguro com os tutores, muitas vezes os animais ficam no colo dos donos. Já perdemos amigos nessa pandemia”, explica.

Esta é a segunda manifestação de médicos veterinários pela vacina, que conta com o apoio do Conselho Regional de Medicina Veterinária em Pernambuco (CRMV-PE), da Sociedade Brasileira de Medicina Veterinária (CFMV), do Sindicato dos Médicos Veterinários do Estado de Pernambuco (Simevepe) e da Associação Nacional de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais (Anclivepa).

WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM
Manifestação de profissionais da Educação Física e da Medicina Veterinária - WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM
WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM
Manifestação de profissionais da Educação Física e da Medicina Veterinária - WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM
CRISTIANE AGUIAR/DIVULGAÇÃO
Esta é a segunda manifestação de médicos veterinários pela vacina - CRISTIANE AGUIAR/DIVULGAÇÃO

Já representantes da Educação Física pressionam, desde o início da vacinação no Estado, a inclusão dos profissionais no grupo prioritário. Hoje, apoiam o protesto o Conselho Regional de Educação Física da 12ª Região/Pernambuco (CREF12/PE) e a Associação dos Profissionais de Educação Física de Pernambuco (APEF-PE).

"Queremos ter acesso à vacinação no grupo prioritário juntamente aos outros profissionais de saúde, como médicos e enfermeiros. O Conselho Nacional de Saúde reconhece 14 profissões da saúde, e infelizmente essas duas são as únicas que não tiveram direito à vacina, por isso a nossa luta. Hoje, nessa carreata, nessa manifestação pacífica e ordeira, pedimos apenas direito à vacinação”, explica o presidente do CREF12/PE, Lúcio Beltrão.

O que dizem as secretarias de Saúde

Por nota, a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) disse que a orientação do Ministério da Saúde, em ofício enviado em março, é que a vacinação contra a covid-19 "seja disponibilizada apenas para aqueles que atuam em serviços de assistência, regulação, vigilância e gestão em saúde. Outros, como aqueles que atuam em academias ou estabelecimentos de saúde animal, não estão contemplados".

"A SES-PE já entrou em contato com o Ministério da Saúde sobre a vacinação desses profissionais e aguarda novas orientações. Por fim, a SES-PE salienta seu compromisso com a imunização dos pernambucanos e ratifica que tem feito todas as ações que lhe cabe para acelerar o processo", afirmou.

Já a Secretaria de Saúde do Recife esclareceu que está "alinhada com os Planos nacional e estadual de Imunização contra a covid-19 e que, de acordo com Ofício Circular nº 57/2021 do Ministério da Saúde, só estão aptos a receber a vacina contra covid-19 médicos veterinários que atuam em estabelecimento de saúde. Os trabalhadores que atuam em outros estabelecimentos de serviços de interesse à saúde, como, por exemplo, os estabelecimentos de saúde animal, não serão contemplados nos grupos prioritários elencados inicialmente para a vacinação."

Comentários

Últimas notícias