COLUNA JC SAÚDE E BEM-ESTAR

Com alta de doenças respiratórias graves em crianças, Pernambuco convoca 369 concursados para reforçar a rede pública; confira

Entre os médicos, 14 são pediatras e 46 são fisioterapeutas, que irão reforçar os plantões em unidades de referência em pediatria

Cinthya Leite
Cadastrado por
Cinthya Leite
Publicado em 18/05/2022 às 20:21 | Atualizado em 22/05/2022 às 21:03
MARCELLO CASAL/AGÊNCIA BRASIL
Pernambuco passa por alta de doenças respiratórias, o que tem provocado aumento de internações de crianças com quadros respiratórios graves no Estado - FOTO: MARCELLO CASAL/AGÊNCIA BRASIL
Leitura:

O Governo de Pernambuco também publicou, no Diário Oficial desta quarta-feira (18), a nomeação de 369 concursados para reforçar a rede pública estadual de Saúde. Do total de convocados, são 72 médicos, 129 analistas em saúde (profissionais de nível superior), 166 assistentes em saúde (profissionais de nível médio), além de dois fiscais de vigilância sanitária. A medida ocorre devido à alta das doenças respiratórias, o que tem provocado aumento de internações de crianças com quadros respiratórios graves no Estado.

Entre os médicos, 14 são pediatras e 46 são fisioterapeutas, que irão reforçar os plantões em unidades de referência em pediatria.

Neste ano, com mais essa convocação, são 915 servidores públicos nomeados pelo governador Paulo Câmara para a rede estadual de Saúde.

 

A última nomeação ocorreu em abril, sendo convocados 256 profissionais (112 médicos, 53 profissionais de nível superior e 88 de nível médio, além de três fiscais de vigilância sanitária).

No início do ano, em janeiro, foram convocados 290 concursados para a Saúde (101 médicos, 56 profissionais de nível superior, 128 de nível médio, além de cinco fiscais de vigilância sanitária).

Ao todo, desde o início da pandemia, com mais essa nomeação, são mais de 15 mil profissionais convocados para qualificar a assistência à saúde da população em Pernambuco, sendo 4.828 mil candidatos aprovados em concurso público da pasta e outros 10.828 mil profissionais aprovados em seleções públicas.

Comentários

Últimas notícias