Dicas e informações de viagens, férias e turismo
Turismo de Valor

Descubra dicas de viagem e roteiros para as férias, além dos destinos e atrações que estão em alta no turismo.

PESQUISA

Parte dos brasileiros espera viajar dentro e fora do País ainda este ano, apesar do coronavírus

Levantamento feito entre os últimos dias 27 e 31 de março no País mostra otimismo dos turistas

Mona Lisa Dourado
Cadastrado por
Mona Lisa Dourado
Publicado em 02/04/2020 às 17:50 | Atualizado em 02/04/2020 às 20:50
Foto: Pixabay
Pesquisa mostra otimismo com viagens ainda este ano - FOTO: Foto: Pixabay
Leitura:

Fronteiras fechadas, voos suspensos, hotéis vazios. As restrições de deslocamento impostas pelas medidas de combate à propagação do novo coronavírus vão de encontro ao princípio básico do turismo, que convida a se mover, interagir, intercambiar experiências e afetos.

>> Hotéis oferecem pacotes para profissionais de saúde e idosos

>> Prejuízo com coronavírus em Porto de Galinhas pode chegar a R$ 1 bilhão

>> Voo direto traz pernambucanos de Lisboa ao Recife

Foto: Guga Matos/Acervo JC Imagem
92% dos voos foram suspensos no País. Ficaram apenas os essenciais - Foto: Guga Matos/Acervo JC Imagem

Mesmo com a atividade interrompida, e ainda sem previsão de retomada, parte dos brasileiros não deixa de sonhar com a próxima viagem.

É o que mostra pesquisa da empresa escocesa de busca de voos Skyscanner feita entre os últimos dias 27 e 31 de março no País.

Em geral, o levantamento mostra otimismo dos viajantes: 53% dos entrevistados dizem acreditar que será seguro viajar para fora do País depois de seis meses a partir de agora. Outros 20% acreditam que já será possível fazer as malas dentro de quatro meses e seis meses. Pelo menos 34% planejam viajar para o exterior ainda este ano.

ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
53% dos entrevistados dizem acreditar que será seguro viajar para fora do País depois de seis meses a partir de agora - ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM

VIAGENS NACIONAIS

No caso de roteiros dentro do Brasil, em geral, 35% dos turistas se mostram otimistas com viagens domésticas ainda este ano. Para 24%, elas serão viáveis após seis meses, enquanto outros 23% pensam que será antes - entre quatro e seis meses - e 20% em um a três meses.

Entre os entrevistados, 37% viajaram de uma a duas vezes vezes nos últimos 12 meses e 17% viajaram de três a cinco vezes nos últimos 12 meses.

ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
35% dos turistas se mostram otimistas com viagens domésticas ainda este ano - ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM

OTIMISMO

De acordo com o diretor global de marca do Skyscanner, Jo McClintock, "a positividade é uma parte essencial para lidar com sucesso em uma crise", apesar do momento "incomum, quando muitas pessoas estão separadas dos entes queridos e o mundo de agora não é como gostaríamos".

De fato, a prioridade agora é a saúde, a sobrevivência imediata de trabalhadores e empresas e a manutenção das atividades econômicas essenciais. Mas sonhar é grátis. E essencial para manter a sanidade e a resiliência em tempos de calamidade.

ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Os voos serão operados diariamente, com exceção dos sábados. - FOTO:ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
53% dos entrevistados dizem acreditar que será seguro viajar para fora do País depois de seis meses a partir de agora - FOTO:ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM

Comentários

Últimas notícias