Que tal um rest?

É hora do descanso pós-treino: entenda a importância do repouso na rotina fitness

O descanso pós-treino é uma das etapas decisivas da atividade física

Marília Banholzer
Marília Banholzer
Publicado em 13/06/2021 às 9:00
Notícia
BANCO DE IMAGEM FREEPIK
Atletas amadores ou profissionais precisar tirar um momento de descanso para evitar lesões - FOTO: BANCO DE IMAGEM FREEPIK
Leitura:

Até Deus descansou no sétimo dia, então você também pode (e deve) dar uma pausa nos exercícios. Tirar um dia de descanso da rotina fitness é importante para a recuperação muscular para evitar lesões que façam o atleta, profissional ou amador, ser forçado a dar uma pausa. Além disso, especialistas explicam que esse "rest" é primordial até para quem busca a hipertrofia dos músculos.

De acordo com o fisioterapeuta Jader Barbosa, vice-presidente da Associação Brasileira de Fisioterapia Traumato-ortopédica em Pernambuco, existem dois tipos de descanso: o ativo e o total. No primeiro, o atleta pode se exercitar, mas deve buscar práticas mais leves e que sobrecarreguem menos o corpo, como caminhadas, natação, um treino cardio, um passeio de bicicleta. Esse tipo de descanso deve ser feito a cada três dias de exercícios com cargas pesadas, no caso de musculação e crossfit. Já o segundo é pernas para ar mesmo.

"O corpo precisa descansar, inclusive, para que a performance melhore. Na musculação a gente vai degradar o músculo e o descanso vai ajudar na recuperação dessa musculatura e até mesmo na hipertrofia", explica Jader.  Segundo o especialista, o ideal seria que em uma semana (sete dias) o praticante de esportes pudesse fazer um dia de descanso total e pelo menos de descanso ativo.

Lesões são reflexos da falta de descanso

Não respeitar essa necessidade do corpo e praticar esportes sem pausa pode causar lesões musculares e até mesmo ósseas. O atleta deve ficar atento a alguns sinais de que a musculatura precisa de uma parada, como dor muscular persistente, fadiga e esgotamento, dores articulares ou sinais de lesões, alterações emocionais (cansaço e irritabilidade), problemas para dormir e redução de desempenho.

BANCO DE IMAGEM FREEPIK
Lesões podem forçar o atleta parar por mais de quatro semanas - BANCO DE IMAGEM FREEPIK

O fisioterapeuta alerta que a falta de descanso pode causar o chamado overuse (excesso de uso). Essas ocasiões facilitam lesões como uma fratura (óssea) por estresse, que acontecem em casos mais graves. Porém, os estiramentos musculares são as lesões mais frequente em todo os tipos de atleta. A depender da extensão e da gravidade, a recuperação pode ser de quatro semanas ou mais de tratamento - e descanso forçado.

"O que acontece com atletas é a busca por um tempo menor de recuperação, ou descanso. Para isso muitos procuram a fisioterapia preventiva para acelerar esse processo chamado de recovery. Nestes casos são usadas estratégias como massagem esportiva, botas pneumáticas e imersão em gelo, por exemplo. Mas isso é mais para atletas que precisam se recuperar mais rápido para seguir treinando em busca de uma performance cada vez melhor", analisa o fisioterapeuta.

 

ARTES JC
Dicas de recuperação física pós-treino - ARTES JC

BANCO DE IMAGEM FREEPIK
Lesões podem forçar o atleta parar por mais de quatro semanas - FOTO:BANCO DE IMAGEM FREEPIK
ARTES JC
Dicas de recuperação física pós-treino - FOTO:ARTES JC

Comentários

Últimas notícias