Investigação

OAB-PE diz que vai apurar conduta de conselheiro do Sport em fala homofóbica contra Gil do Vigor

O ex-BBB teve a dança que fez durante visita à Ilha do Retiro criticada pelo advogado Flávio Koury

Douglas Hacknen
Douglas Hacknen
Publicado em 14/05/2021 às 22:23
Notícia
ANDERSON STEVENS/SPORT
ABSURDO O ex-BBB Gil do Vigor foi alvo de homofobia de um conselheiro do Sport - FOTO: ANDERSON STEVENS/SPORT
Leitura:

A Ordem dos Advogados do Brasil em Pernambuco (OAB-PE) emitiu nota, na noite desta sexta-feira (14), repudiando o caso de homofobia envolvendo o ex-BBB pernambucano Gilberto Nogueira, o Gil do Vigor. Áudios do advogado Flávio Koury dando declarações em tom preconceituoso sobre a dança feita pelo economista dentro da Ilha do Retiro, durante visita, foram vazados pelo deputado estadual Romero Albuquerque (PP).

Koury, que é conselheiro do Sport, afirmou que  “se ele (Gilberto) tivesse feito essa dancinha na casa dele ou no bordel, eu não estava nem aí. Foi dentro da Ilha do Retiro, né rapaz? Isso é uma desmoralização! Isso é ausência de vergonha na cara. É isso que estamos vivendo. Não tem mais respeito por pai e filho. É a depravação. Isso é o retrato do que o PT deixou pra gente. É exatamente isso”, disparou no áudio.

Em resposta, a OAB-PE, entidade de representação dos advogados brasileiros e responsável pela regulamentação da advocacia no País, se solidarizou com Gilberto e declarou que o episódio é "lamentável". "Qualquer comportamento ou atitude que levantem a discriminação, de qualquer natureza, devem ser combatidos e repudiados. A manifestação do conselheiro do Sport Club do Recife em relação a Gil do Vigor, nesta sexta-feira, é, lamentavelmente, mais um capítulo da cultura de violência contra a comunidade LGBTI+", disse a entidade.

A OAB informou ainda que irá apurar a conduta do advogado inscrito em seus quadros.

Íntegra da nota

"A OAB Pernambuco defende os princípios da pluralidade, da liberdade e, acima de tudo, do respeito como pilares na construção de uma sociedade justa e fraterna. Qualquer comportamento ou atitude que levantem a discriminação, de qualquer natureza, devem ser combatidos e repudiados.

A manifestação do conselheiro do Sport Club do Recife em relação a Gil do Vigor, nesta sexta-feira (14/5), é, lamentavelmente, mais um capítulo da cultura de violência contra a comunidade LGBTI+. É, ainda, prova da necessidade de perseverar no enfrentamento a toda forma de preconceito.

A OAB-PE se solidariza com os atingidos pelo episódio e informa que irá apurar a conduta do advogado inscrito em seus quadros."

 

Comentários

Últimas notícias