TELEVISÃO

William Bonner e Renata Vasconcellos terminam o Jornal Nacional chorando; veja o motivo

Apresentadores se emocionaram nesta sexta-feira (15)

Amanda Azevedo
Amanda Azevedo
Publicado em 15/10/2021 às 21:56
Notícia
REPRODUÇÃO/TV GLOBO
Renata e Bonner se emocionaram com reportagem sobre 25 anos do canal GloboNews - FOTO: REPRODUÇÃO/TV GLOBO
Leitura:

Os apresentadores do Jornal Nacional, William Bonner e Renata Vasconcellos, encerraram emocionados a edição desta sexta-feira (15) do telejornal. O motivo foi a exibição de uma reportagem especial para comemorar os 25 anos do GloboNews, primeiro canal brasileiro de televisão exclusivamente dedicado ao jornalismo. Renata participou da primeira transmissão, em 1996.

O que William Bonner e Renata Vasconcellos conversam durante música de abertura do Jornal Nacional?

Jornal Nacional sem Bonner? Apresentador fala sobre aposentadoria

"Em graus diferentes, estamos todos muito emocionados aqui. Então, cabe a mim dizer que logo mais...", começou Bonner, com a voz embargada. Em seguida, ele deu a mão para a companheira de bancada: "A gente fica muito... Trabalho duro e muita emoção", acrescentou Renata, chorando.

"Parabéns para a parte que lhe cabe nisso", completou Bonner.

Veja o vídeo

A estreia da GloboNews

Renata Vasconcellos e Eduardo Grillo conduziram a primeira transmissão da GloboNews, no dia 15 de outubro de 1996, às 21h. A estreia foi no Em Cima da Hora, telejornal que passou a ser exibido de hora em hora na grade do canal.

O GloboNews foi uma encomenda feita por Roberto Irineu Marinho, acionista e então vice-presidente executivo da Rede Globo, a Evandro Carlos de Andrade, então diretor de jornalismo da Globo. O primeiro prazo foi de três meses, mas dificuldades na importação de equipamentos fizeram o canal entrar no ar somente dez meses depois.

Fátima Bernardes celebra 52 anos do Jornal Nacional: "Passei 14 anos nessa bancada"

"É uma honra que trago comigo o fato de ter participado da estreia do primeiro canal de notícias, 24 horas no ar. Os 25 anos de Globonews mostram a importância do jornalismo profissional na vida do brasileiro. Notícia em primeira mão, ao vivo, análises que cobrem todos os aspectos da informação. O canal se tornou essencial para formar opinião e ajudar o cidadão a fazer escolhas", resumiu Renata.

Vídeo: Gil do Vigor se declara para William Bonner no Jornal Nacional

Para comemorar os 25 anos, além da programação linear, o canal ampliou o conteúdo para novos formatos, como podcasts, debates e documentários originais. Documentários, debates e ações multiplataormas, como podcasts e séries, também fazem parte da celebração.

Veja as entrevistas dos ex-presidentes brasileiros à Globo News

William Bonner faz discurso impactante no Jornal Nacional e comove a internet

 Além do podcast ‘As Histórias na GloboNews’ com os bastidores de grandes coberturas, também foi lançada a série ‘25 Anos em 25 Entrevistas’, disponível no Globoplay, que reúne encontros icônicos produzidos por grandes nomes do jornalismo, com personagens que fazem parte da história mundial. Hoje, na data do aniversário, o Globoplay traz as entrevistas históricas com ex-presidentes da República. Roberto D’Ávila fala com Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva; Renata Lo Prete conversa com Dilma Rousseff; e Andreia Sadi entrevista Michel Temer.

 Entre as entrevistas estão também as que Pedro Bial fez com o casal Jorge Amado e Zélia Gattai, com o escritor Ariano Suassuna e com o autor e filósofo Raduan Nassar. Bial lembra com carinho sua passagem por oito anos na apresentação do ‘Espaço Aberto Literatura’. "Sem dúvida, o canal tem a história grandiosa nessas duas décadas e meia, mas a GloboNews é mais do que televisão. Hoje não se pode pensar em jornalismo ou política sem pensar no canal e no trabalho que todos ali presentes mantêm há 25 anos, e com tantos profissionais extraordinários que lá já foram revelados", afirmou.

Quem são Bonner e Renata Vasconcelos?

William Bonner assumiu a bancada do JN em 1996, depois de ter passado pelo Jornal Hoje, Jornal da Globo e Fantástico. Ele desejava se tornar redator publicitário. Começou a carreira de jornalista na TV Bandeirantes, em 1985. A ideia de mudar o sobrenome surgiu quando entrou para a Globo e se tornou apresentador do SPTV – 3ª Edição, em 1986. Foram dez anos até assumir a bancada do principal telejornal em rede do País.

Bonner estudou Publicidade na Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo e desejava se tornar redator publicitário. O seu nome completo, na verdade, é William Bonemer Júnior. A ideia de mudar o sobrenome surgiu quando ele se tornou apresentador do SPTV – 3ª Edição, em 1986: percebeu que seria uma pessoa pública e não queria ser confundido com o pai, o pediatra William Bonemer, que tinha um consultório na cidade.

Da bancada do Jornal Nacional, Márcio Bonfim aparece no estúdio do Fantástico. Veja foto

Jornalistas da Globo protestam contra os novos âncoras do Jornal Nacional

Renata Vasconcellos saiu direto da universidade para a bancada de um telejornal. Mais do que isso: sua estreia coincidiu com a do primeiro canal de notícias 24h no ar, a GloboNews. A jornalista estreou em 1996, ao lado de Eduardo Grillo no boletim Em Cima da Hora do turno da tarde. De lá para cá, passou pelas bancadas do Bom Dia Brasil, Jornal Hoje e Fantástico. A partir de 2005, a jornalista passou a ser apresentadora substituta do Jornal Nacional, cuja bancada assumiria oficialmente, ao lado de William Bonner, em 2014.

Renata Fernandes Vasconcellos nasceu no Rio de Janeiro em 10 de junho de 1972. Ela e sua irmã gêmea, a estilista Lanza Mazza, são filhas do engenheiro civil Renato da Fonseca Vasconcellos e da advogada Fernanda Saraiva Fernandes. Cursou publicidade e jornalismo na Pontifícia Universidade Católica (PUC) no Rio de Janeiro e fez estágios em agências de publicidade, até ser aprovada no concurso que selecionou a equipe pioneira da GloboNews.

Comentários

Últimas notícias