Adeus

Banda de Marília Mendonça trabalhou com Cristiano Araújo: "Ela sempre foi um anjo que o Cristiano colocou"

Integrantes do conjunto musical disseram que Marília apareceu como um anjo enviado por Cristiano Araújo após sua morte

Do jornal O Povo para a Rede Nordeste
Cadastrado por
Do jornal O Povo para a Rede Nordeste
Publicado em 06/11/2021 às 18:13
EVARISTO SA / AFP
Grande comoção no velório de Marília Mendonça - FOTO: EVARISTO SA / AFP
Leitura:

A banda da cantora sertaneja Marília Mendonça foi aplaudida durante o velório da artista goiana, na tarde deste sábado, 6. Os músicos, que também trabalharam com o cantor Cristiano Araújo, enfrentam o luto pela morte de um colega do meio artístico pela segunda vez. Quando eles entraram no ginásio Goiânia Arena, onde o corpo de Marília é velado, era tocada a música “Noites Traiçoeiras”, famosa na interpretação da banda Roupa Nova. A cantora morreu na tarde desta sexta-feira, 6, em acidente aéreo no interior de Minas Gerais. A matéria é do jornal O Povo para a Rede Nordeste.

Henrique Ribeiro, produtor de Marília Mendonça que também morreu no acidente dessa sexta-feira, contou que após a morte de Cristiano Araújo, a artista goiana surgiu nas vidas dos integrantes da banda. Conforme o portal Gshow, ela fazia parte do escritório que administrava a carreira de Araújo e contratou alguns dos membros da equipe dele. “Tudo na minha vida acontece por um propósito. Acredito que o Cristiano Araújo tenha um dedo nisso", disse Marília em homenagem feita a ela na TV Globo.

“Ela sempre foi um anjo que o Cristiano colocou para cuidar da gente”, disse um dos membros da banda. “A convivência é a mesma, ela é uma pessoa muito amiga e parceira. Deixa a gente super a vontade, a gente tem uma irmandade, se tornou uma família”, reforçou. No programa Altas Horas, Marília disse que Cristiano sempre foi um exemplo para ela. “Ele sempre foi um artista que amava demais o que fazia, ele era apaixonado por música”, lembrou.

Os corpos de Marília Mendonça e do tio Abicieli Silveira Dias Filho chegaram às 12h13min a Goiânia para serem velados. O Governo de Goiás e familiares organizaram um momento que foi aberto ao público por volta de 13h30min. Cerca de 100 mil pessoas são aguardadas no velório, conforme projetou o governador Ronaldo Caiado (DEM). O evento deve ocorrer até às 16h30min, quando os corpos sairão em cortejo para o cemitério.

Comentários

Últimas notícias