ARTES VISUAIS

Paço do Frevo recebe exposição pensada por jovens das periferias no Grande Recife

Com instalações, videoartes e obras interativas, "Patrimônios Periféricos" tem curadoria de 20 jovens que residem em comunidades da região

Emannuel Bento
Emannuel Bento
Publicado em 26/11/2021 às 17:40
RENNAN PEIXE/DIVULGAÇÃO
REPRESENTAÇÃO Instalações, videoartes, e obras interativas integram a exposição - FOTO: RENNAN PEIXE/DIVULGAÇÃO
Leitura:

Vinte jovens que residem em comunidades do Grande Recife desenvolveram a curadoria de uma exposição que entra em cartaz no Paço do Frevo, no Recife Antigo, neste sábado (27), a partir das 16h. A mostra "Patrimônios Periféricos" é fruto de oficinas do projeto "Paço Criativo", que já formou cerca de 500 jovens desde o começo deste ano. O resultado busca transmitir a vivências nas periferias para os visitantes, fazendo com as comunidades possam contar sua própria narrativa.

Após a abertura da exposição, às 17h, haverá a apresentação das DJs Karla Gnom e PunnyBR e da Orquestra do Maestro Carlos, que se apresentarão na calçada do Paço, em frente à Praça do Arsenal da Marinha. A mostra permanecerá em cartaz até o primeiro semestre de 2022 e poderá ser conferida no horário de funcionamento normal do Paço do Frevo que, no domingo (28), abre entre às 11h e 17h. O ingresso para a exposição estará incluso no valor da entrada ao museu, sendo R$ 10 e R$ 5 (meia).

As narrativas dos jovens estão representadas através de instalações, videoartes, trabalhos audiovisuais, obras interativas e mais. De origem periférica e parte da cultura das ruas, o Frevo naturalmente também atravessa as obras, a exemplo de um mural de fotos homenageia lideranças comunitárias, incluindo mestres do ritmo. Confira algumas obras na galeria:

RENNAN PEIXE/DIVULGAÇÃO
Obras da exposição "Patrimônios Periféricos", montada no Paço do Frevo, no Bairro do Recife - RENNAN PEIXE/DIVULGAÇÃO
RENNAN PEIXE/DIVULGAÇÃO
Obras da exposição "Patrimônios Periféricos", montada no Paço do Frevo, no Bairro do Recife - RENNAN PEIXE/DIVULGAÇÃO
RENNAN PEIXE/DIVULGAÇÃO
Obras da exposição "Patrimônios Periféricos", montada no Paço do Frevo, no Bairro do Recife - RENNAN PEIXE/DIVULGAÇÃO
RENNAN PEIXE/DIVULGAÇÃO
Obras da exposição "Patrimônios Periféricos", montada no Paço do Frevo, no Bairro do Recife - RENNAN PEIXE/DIVULGAÇÃO
RENNAN PEIXE/DIVULGAÇÃO
Obras da exposição "Patrimônios Periféricos", montada no Paço do Frevo, no Bairro do Recife - RENNAN PEIXE/DIVULGAÇÃO

A dança e as orquestras são retratadas em alguns trabalhos da instalação "Galeria Periférica", que exibe peças de artistas oriundos de diferentes periferias de Pernambuco. Nesta última, serão disponibilizados os contatos dos criadores das artes para que os visitantes possam comprar os trabalhos e levá-los para casa após o fim da exposição.

Os jovens curadores e coautores das obras são Aldeny Cavalcanti, Dodô Trajano, Emerson Gomes da silva, Jefferson da Silva Vitorino, Júlia Abage, Lalesca Alves, Luiz Phillipe Seixas Ramos de Barros, Maria Clara de Lima Santos, Maria Eduarda Gomes de Oliveira, Maria Gabriela Lima de Carvalho, Matheus Vinicius Das Neves, Maurício dos Santos, Micaela Almeida, MISS, Sales Pas Mesmo, Suennya Seixas, Súzan Araújo, Tuca Duarte, Vanessa Maria Rodrigues, Vênus Matos, Virginia Matos, Wictor OUTRO, Yana Ribeiro Teixeira, Zarthur Felipe da Silva.

"Aprender a curadoria vivenciando esse processo foi algo que funcionou muito bem e acho que é muito importante esse movimento de abrir um espaço cultural, como o Paço do Frevo, para uma exposição sobre patrimônios periféricos", artista visual Dodô Trajano, que participou da oficina de curadoria e está entre os jovens que criaram a exposição.

"Acho que o Frevo tem um pouco disso também, porque, às vezes, a gente fala dele com um certo distanciamento por ele já estar nesse lugar de patrimônio, mas ele vem dessa construção de populares que só queriam se expressar e hoje tem esse lugar de unidade, mas não é uma construção unitária, porque tiveram várias mentes pensando e várias experiências da periferia transbordando no Frevo também", completa.

SERVIÇO
Abertura da exposição "Patrimônios Periféricos"
Quando: neste sábado, (27) das 16h às 17h, com apresentações na calçada a partir das 17h
Onde: Paço do Frevo, Praça do Arsenal da Marinha, s/n, Bairro do Recife
Quanto: O ingresso para a exposição estará incluso no valor da entrada para o Paço do Frevo, que custa R$ 10 e R$ 5 (meia).

VISITAÇÃO
No domingo (28): das 11h às 17h
A partir de 30 de novembro: terças a sextas-feiras, das 10h às 17h; sábados e domingos, das 11h às 18h

Comentários

Últimas notícias