NATAL 2021

Fundaj estreia programação natalina inspirada em versos do poeta Joaquim Cardozo; saiba como participar

'Natal dos Bons Ventos' acontece em parceria com a Paróquia de Casa Forte, reunindo espetáculos, shows, oficinas, exposições e campanhas solidárias

Nathália Pereira
Nathália Pereira
Publicado em 01/12/2021 às 7:00
MALU DIDIER/FUNDAJ/DIVULGAÇÃO
A Árvore do Natal dos Bons Ventos, da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) - FOTO: MALU DIDIER/FUNDAJ/DIVULGAÇÃO
Leitura:

Nascido no Recife, em agosto de 1897, o poeta Joaquim Cardozo carrega junto ao nome duas marcas indissociáveis. Primeiro, as contribuições que a formação como engenheiro deu às construções nacionais, com trabalhos ao lado do arquiteto Oscar Niemeyer. Além disso, claro, o amor pelas letras, que lhe trouxe homenagem em forma de estátua, localizada na Ponte Maurício de Nassau, na área central, como parte do Circuito da Poesia da capital pernambucana.

É com tema inspirado por versos do poema Congresso dos Ventos, de sua autoria, que a Fundação Joaquim Nabuco estreia, hoje (1º), o Natal dos Bons Ventos. A programação acontece em parceria com a Paróquia de Casa Forte, reunindo espetáculos, shows, oficinas, exposições e campanhas solidárias. O lançamento oficial acontece às 17h desta quarta-feira, no campus Gilberto Freyre, em Casa Forte.

"Oferecemos apresentações culturais, exibições de filmes e oficinas que reforçam ainda mais o caráter da Fundaj de integrar a cidade e as comunidades no seu dia a dia, assim como os ventos decidiram se juntar nos versos de Cardozo", diz Antônio Campos, presidente da Fundaj, citando o poema que inicia: "Na várzea extensa do Capibaribe, em pleno mês de agosto/Reuniram-se em congresso todos os ventos do mundo".

Diretor de Memória, Educação, Cultura e Arte (Dimeca), Mario Helio ressalta que o texto de Cardozo, apesar extenso, complexo e repleto de múltiplas referências, consegue se comunicar de forma direta, tendo o Nordeste como centro.

"Adota-se, sobretudo, a ideia implícita dos 'bons ventos', que não é só uma expressão das tantas superstições que invocam a sorte e a fortuna, a cada nascimento, a cada fim e recomeço de ciclo", explica. "Não somos apenas o pó da terra e das estrelas, somos o vento, respiramos. E em dois anos de quase de sufocação, é importante, manter a plenos pulmões o espírito de Natal, que é a fraternidade".

MENINO DEUS

Entre as várias atividades programadas para acontecer ao longo de dezembro, estão duas novas realizações d'O Baile do Menino Deus, uma das tradições mais amadas pelo público recifense. Sem poder voltar à Praça do Marco Zero, por causa da pandemia, a montagem ganha versão em vídeo, que estreia dia 18, no Cinema do Museu.

"Neste ano, montamos um roteiro cinematográfico, com uma nova dramaturgia, com os mesmos personagens, mas reinventando situações, além de estabelecer diálogos entre canções nossas de 40 anos com novos elementos, como grupos de dança de rua e hip-hop, por exemplo", adianta Ronaldo Correia de Brito, coautor do Baile.

O espetáculo ganhará também adaptação presencial, nomeada O Baile Vai Começar, a ser apresentada no pátio da Igreja de Nossa Senhora dos Remédios, no Poço da Panela. Será no dia 17.

Outra ação confirmada ficará a cargo do Museu do Homem do Nordeste, com atividades educativas, contemplando 450 crianças e adolescentes da Região Metropolitana do Recife. Serão oferecidas oficinas de sacola retornável, presentes e enfeites natalinos, além de formação sobre vida e obra de Joaquim Cardozo.

SOLIDARIEDADE

Por todo o período, será realizada a campanha Fundaj Solidária, para recebimento de doações de livros, alimentos não-perecíveis, roupas e brinquedos nos campi Casa Forte, Apipucos, Derby e no Engenho Massangana. As doações podem ser feitas de domingo a domingo, das 9h às 17h.

Confira a programação completa:

EXPOSIÇÕES


Brinquedos

Exposição de brinquedos artesanais populares do acervo do Museu

Local: Galeria Waldemar Valente

Campus Gilberto Freyre

Período: De 1º/12 a 30/1/2022

 

Brincadeiras

Exposição sobre brincadeiras tradicionais - Fotografias de João Roberto Ripper

Local: Jardins do Museu do Homem do Nordeste

Campus Gilberto Freyre

Período: De 1º/12 a 30/1/2022

 

Natividade em Folguedos

Exposição sobre os folguedos natalinos

Local: Galeria Baobá

Campus Gilberto Freyre

Período: De 1º/12 a 30/1/2022


AÇÕES


16 de dezembro

16h - Culto Ecumênico

Local: Campus Gilberto Freyre

Aberto ao público


17h - Cantata Natalina

Coral da Fundaj - formado por servidores da Instituição

Coral Viver Casa Forte - formado por membros da Paróquia de Casa Forte.

Local: Campus Gilberto Freyre

Aberto ao público


17 de dezembro

18h - Espetáculo o “Baile vai Começar”

Local:Pátio da Igreja de Nossa Senhora da Saúde

Aberto ao público


18 de dezembro

16h - Espetáculo “Natal Sanfonado”

Local: Campus Gilberto Freyre


18h - Estreia do filme “Baile do Menino Deus”

Sessões às 18h, 19h30 e 21h

Local: Cinema do Museu

Comentários

Últimas notícias