FUTURO

Cliente da Celpe vai poder monitorar o consumo em tempo real

A ferramenta funciona como um aplicativo desenvolvido por uma startup. Será realizado um projeto piloto da empresa que deve contemplar cerca de mil consumidores em quatro Estados

Angela Fernanda Belfort
Angela Fernanda Belfort
Publicado em 16/04/2021 às 20:52
Notícia
MICHELE SOUZA/ACERVO JC IMAGEM
Ana Christina Mascarenhas, da Celpe, diz que o monitoramento em tempo real vai ajudar os consumidores a economizar energia - FOTO: MICHELE SOUZA/ACERVO JC IMAGEM
Leitura:

Acompanhar o consumo de energia pelo celular em tempo real vai ser possível para cerca de mil clientes da holding Neoenergia - incluindo também os clientes da Celpe - dentro de um projeto piloto que vai disponibilizar este tipo de ferramenta em breve. "O consumidor vai conseguir ver o quanto a geladeira ou outro equipamento, como o chuveiro elétrico está gastando. Isso vai ajudar ao consumidor a deixar a conta dentro do que ele pode pagar", explica a gerente de Eficiência Energética da Celpe/Neoenergia, Ana Christina Mascarenhas. Foram empregados cerca de R$ 400 mil no desenvolvimento deste produto.

>> Clientes da Celpe poderão fazer doações ao Imip por meio da conta de luz

Desse total, cerca de R$ 200 mil foram bancados pelas distribuidoras do Grupo Neoenergia e R$ 200 mil bancados pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). O projeto vai ser apresentado à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) dentro do programa de Eficiência Energética da distribuidora. Geralmente, a Agência diz se vai aprovar ou não o projeto num prazo de 60 dias.

A ferramenta foi desenvolvida pela startup Smartiks, de Campina Grande, que foi selecionada numa concorrência. Primeiro, foi feito um protótipo para ser instalado próximo ao medidor de energia e, conectado à rede wi-fi da residência, transmitindo as informações de consumo para um sistema que analisa os dados instantaneamente e de forma automatizada. Ainda no projeto, foi desenvolvida uma interface amigável para disponibilizar as informações ao consumidor de forma mais fácil, tanto no computador quanto no celular, utilizando um aplicativo.

“É possível, com esse acompanhamento instantâneo dos equipamentos, entender como, quando e onde a energia está sendo consumida e, a partir dessas informações, criar uma consciência para mudar hábitos e economizar. A eficiência energética é uma forma de reduzir os gastos e ajudar a preservar o meio ambiente”, afirma Ana.

Devem participar do projeto piloto vários tipos de consumidores residenciais, como classe média, baixa renda. Ainda não está disponível o preço do produto. "Testamos a ferramenta e funcionou. O equipamento é barato. Caro é o monitoramento, porque ainda está em fase de testes, mas quanto mais gente estiver usando, a tendência é ficar mais barato", comenta Ana.

Além dos clientes da Celpe, vão participar do projeto piloto os consumidores das distribuidoras Coelba (BA), Cosern (RN) e Elektro (SP e MS). Todas firmaram parceria com a startup Smartiks que foi selecionada pelo Desafio Nova Energia que escolheu soluções inovadoras em eficiência energética dentro de três grandes áreas: redução do consumo, novas tecnologias educacionais e geração distribuída - formada por pequenos sistemas de geração de energia, como placas fotovoltaicas que podem, por exemplo, serem colocadas no telhado.

Os testes foram iniciados em novembro de 2020, em sete imóveis de Salvador, capital baiana. Deles, seis tinham painéis fotovoltaicos, que usam a radiação solar para gerar energia. Nesses casos, um equipamento é instalado no medidor e outro no inversor (que faz com que a energia produzida consiga entrar no sistema da distribuidora).  Isso vai permitir monitorar, além do consumo, a potência de geração. E as informações podem ser mostradas ao usuário em tempo real, diariamente ou por mês.

 

Comentários

Últimas notícias