AVIAÇÃO CIVIL

Azul planeja voo direto de Caruaru para o Sudeste do País

De acordo com a Azul, a Azul Conecta, por ora, mantém nas rotas do Recife para Caruaru e Serra Talhada os aviões Cessna Gran Caravan, com capacidade para nove clientes

Lucas Moraes
Lucas Moraes
Publicado em 11/05/2021 às 21:33
Notícia
LEONARDO VASCONCELOS/JC
BALANÇO Em seis meses de operação no interior, Azul contabiliza mais de cinco mil clientes transportados - FOTO: LEONARDO VASCONCELOS/JC
Leitura:

A empresa sub-regional da Azul, Azul Conecta, chegou aos seis meses de operação dos voos entre o Recife e as cidades de Caruaru e Serra Talhada,  respectivamente no Agreste e Sertão do Estado. Contabilizando mais de cinco mil clientes transportados nas rotas e aproximadamente 800 horas de voos cumpridos, a companhia já anunciou que pretende ampliar a atuação no interior do Estado, incluindo aí novos destinos com voos diretos, como o Sudeste do País. 

De acordo com a Azul, a Azul Conecta, por ora, mantém nas rotas os aviões Cessna Gran Caravan, com capacidade para nove clientes. 

Mas já está no radar da companhia a ampliação da oferta de assentos nas ligações entre Recife e Serra Talhada, operando para o Sertão Pernambucano com as aeronaves modelo ATR 72-600, de 70 lugares.

Outra novidade que pode entrar em operação é um voo direto de Caruaru para o Sudeste do País, com os aviões da Embraer, que podem transportar até 136 clientes. 

>>> Novos voos para Serra Talhada e Caruaru são fundamentais para desenvolvimento da região

"Inauguramos as bases de Serra e Caruaru em meio a um ano extremamente desafiador para o setor aéreo graças à diversidade de nossa frota e à flexibilidade de nossa malha. Os dois destinos pernambucanos eram uma aposta da Azul para deixar o nosso centro de conexões do Recife ainda mais conectado e temos visto uma importante consolidação dessas rotas", diz o diretor de relações, Bento Ribeiro.

Ele complementa que a a empresa segue "acompanhando o desenvolvimento destes mercados na expectativa de poder operar com aviões maiores". 

A execução dessas mudanças, no entanto, depende de melhorias na infraestrutura dos aeroportos das duas cidades, ainda de acordo com a Azul.

 

Comentários

Últimas notícias