MERCADO DE TRABALHO

Veja como se preparar para mais de 100 mil vagas de estágio oferecidas em feira virtual

O JC ouviu especialistas que prepararam dicas e indicaram como se preparar para as entrevistas de estágio e, também, como ser efetivado após a experiência

Marcelo Aprígio
Marcelo Aprígio
Publicado em 23/05/2021 às 8:00
Notícia
UNIFBV/DIVULGAÇÃO
AOS POUCOS Empresas começam a abrir seus programas de estágio em busca de novos talentos profissionais - FOTO: UNIFBV/DIVULGAÇÃO
Leitura:

Desde que a covid-19 chegou ao Brasil, o mercado de trabalho enfrenta uma escassez de vagas. Em 2020, o Brasil perdeu, aproximadamente, 300 mil vagas de estágio, atingindo 31,4% de desocupação entre os jovens de 18 e 24 anos.  Normalmente, o primeiro trimestre do ano é definido por especialistas como o melhor período para ofertas de estágio. Em 2021, porém, os três primeiros meses não abriram tantas possibilidades para os estudantes que pretendem ingressar na carreira profissional.

No entanto, aos poucos, empresas começam a abrir seus programas de estágio em busca de novos talentos. Entre os dias 25 e 27 de maio, por exemplo, será realizada a 'Feira Virtual de Estágios e Empregos'. O evento, neste ano, deve contar com mais de 100 mil vagas em grandes empresas de todo o Brasil, com oportunidades de trabalho presenciais e remotas. Por isso, o JC ouviu especialistas que prepararam dicas e indicaram como se preparar para as entrevistas de estágio e, também, como ser efetivado após a experiência.

Para o presidente da Associação Brasileira de Estágios (Abres), Carlos Henrique Mencaci, o estágio pode ser a porta de entrada de centenas de pessoas no mundo corporativo. "O estágio é inegavelmente a melhor maneira de inserir jovens no mercado de trabalho, afinal, a modalidade permite ao estudante a chance de aplicar no dia a dia os conteúdos dados em sala de aula", defende ele, lembrando que é preciso ter alguns cuidados na hora de disputar uma vaga de estágio.

Quem tem opinião parecida é Juliana Verçoza, especialista em seleção e desenvolvimento e gerente da área de Pessoas e Cultura do escritório Queiroz Cavalcanti Advocacia. De acordo com ela, a qualificação faz toda diferença para os jovens de 2021. Por isso, não vale ficar parado. “É uma ótima hora para aprimorar os estudos ou procurar um curso de qualificação para complementar o currículo. Lembre-se que a educação formal é a base para qualquer profissional. A orientação é sempre buscar cursos profissionalizantes”, pontua.

Com mais qualificação e um currículo forrado de cursos, no caso de quem não tem experiência profissional, o estudante pode sair na frente para disputar a vaga de estágio. Segundo Fernanda Vio, gerente de desenvolvimento do aluno do UniFBV, o tempo dentro de casa não deve ser desculpa. "Um bom currículo deve ser bem elaborado sempre, mesmo em tempos pandêmicos, econômicos, políticos ou sociais. A pessoa precisa saber considerar pontos importantes em seu currículo para ficar à frente dos seus concorrentes", diz.

Juliana Verçoza aponta algumas informações necessárias na hora de avaliar um bom candidato. “Mostrar exatamente como o estudante deseja ser visto pela empresa. A estética do currículo é adequada? Precisa parecer profissional e não uma simples folha. Avaliar se as informações sobre o aluno são relevantes para o contratante e resumir as qualificações de forma que o recrutador saiba de imediato o seu valor”, explica.

De acordo com Fernanda Vio, as empresas estão mais atentas aos aspectos comportamentais dos funcionários. Além de atividades extra curriculares, trabalhos voluntários são muito bem vistos em avaliações gerais. Cada empresa tem sua particularidade, entretanto, comprometimento e dedicação está sempre atrelado aos pré-requisitos.

Estagiário exemplar

Após aprovados nas seleções, os recém-contratados vão precisar ralar muito mais e estar atentos à postura profissional para não transformar a oportunidade em experiência negativa e acabarem sendo mal vistos na empresa. Na opinião do mentor de carreiras Carlos Lopes, um dos principais erros que os estagiários cometem quando acabam de chegar em uma empresa é acreditar que, por dominarem línguas estrangeiras ou terem experiências extracurriculares interessantes, como um intercâmbio, já sabem de tudo.

“Essas experiências devem servir para abrir a mente do estagiário, criando uma nova visão de mundo e aumentando sua flexibilidade, em vez de torná-lo uma pessoa pouco disposta a aprender”, comenta.

O jovem também não pode acreditar que, por já apresentar esses diferenciais, o chefe vai confiar a ele tarefas grandiosas no primeiro mês de trabalho. “É normal que, no começo, o estagiário desempenhe atividades burocráticas, porque o gestor ainda não o conhece o suficiente nem sabe qual o seu grau de responsabilidade. Uma carreira, afinal, é construída tijolo por tijolo. A confiança tem de ser conquistada”, afirma Fernanda Vio.

Nesse sentido, a melhor ferramenta para fazer com que o gestor acredite na sua capacidade é ser proativo. “Mostre que sabe executar as tarefas que foram delegadas com responsabilidade e dentro do tempo previsto para realizá-las. Depois, solicite novas tarefas”, ensina Juliana Verçoza. Assim, o superior verá que o profissional cumpre o que é confiado a ele, podendo assumir responsabilidades mais complexas.

Para o plano dar certo, nada de deixar para executar as tarefas do estágio no último momento. “Alguns jovens vêm de uma cultura universitária e também do ensino médio que é estudar para a prova de véspera, e no estágio não pode ser assim”, ensina Carlos Lopes. Outro caminho é não fugir das responsabilidades, já que, se a vaga de estágio existe, o estagiário tem funções definidas e vai prejudicar o trabalho do grupo se deixar de realizá-las.

Feira virtual de estágios

A 'Feira Virtual de Estágios e Empregos' é organizada por meio de uma parceria entre a Estácio e o Centro Universitário UniFBV. Além da oportunidade de se candidatar a vagas de estágios e empregos efetivos, a feira também deve oferecer aos estudantes a oportunidade de conversar com profissionais das áreas de RH das empresas participantes. Durante o bate-papo, eles vão conhecer mais detalhes destas companhias, como a cultura e os desafios para os próximos anos.

Serão oferecidas 12 lives gratuitas e exclusivas, com temas como: Diversidade, Desenvolvimento, Conexão e Tecnologia. Os interessados em acessar o conteúdo devem fazer um pré-cadastro por meio de um dos links https://acesse.estacio.br/feiravirtual e https://eventos.wyden.com.br/5a-edicao-da-feira-virtual-de-estagios-e-empregos.

DIVULGAÇÃO
FERNANDA VIO "Um bom currículo deve ser bem elaborado sempre" - FOTO:DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
ESTÁGIO | Juliana Verçoza, especialista em seleção e desenvolvimento e gerente da área de Pessoas e Cultura do escritório Queiroz Cavalcanti Advocacia - FOTO:DIVULGAÇÃO
MARCOS ALVES/TOTAL IP/ABRES
Presidente da Associação Brasileira de Estágios (Abres), Carlos Henrique Mencaci - FOTO:MARCOS ALVES/TOTAL IP/ABRES

Comentários

Últimas notícias