Covid-19

Estabelecimentos não seriam obrigados a aderir a campanha de benefícios para vacinados do Recife, diz Abrasel-PE

Neste momento, a ação seria voltada para os setores de hotelaria e de bares e restaurantes

Renata Monteiro
Renata Monteiro
Publicado em 19/07/2021 às 17:42
Notícia
YACY RIBEIRO
Documento já está disponível para utilização no Conecta Recife - FOTO: YACY RIBEIRO
Leitura:

O prefeito do Recife, João Campos (PSB), lançou nesta segunda-feira (19) o Certificado de Vacinação, um documento que possibilitará ao recifense adquirir descontos e benefícios em estabelecimentos comerciais por estarem imunizados contra a covid-19. A ação é voltada neste momento para os setores de hotelaria e de bares e restaurantes, e não teria adesão compulsória nem contrapartida financeira do Executivo municipal. "O objetivo é tanto estimular a adesão da população à imunização como também colaborar com a movimentação desses estabelecimentos impactados pelas medidas restritivas necessárias pela pandemia", diz a PCR.

Segundo André Luiz Araújo, presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de Pernambuco (Abrasel-PE), a ideia do prefeito é "uma ajuda promocional da prefeitura para alavancar as vendas no setor", mas sem benefícios fiscais para os empresários. "Na realidade, funcionaria como se nós estivéssemos oferecendo um bônus para o cliente, um desconto, um happy hour ou algo desse tipo. Eu concordei, desde que as ações fossem independentes e não obrigatórias. A gente participa da campanha, oferece aos associados ou para o setor, de forma geral, e cada estabelecimento determina, define que tipo de benefício ele vai oferecer ao cliente", pontuou Araújo.

>> Covid-19: João Campos promete benefícios e descontos em estabelecimentos comerciais para quem está vacinado no Recife

>> Recife baixa idade de vacinação contra a covid-19. Veja detalhes

>> Pernambuco deve receber mais de 395 mil doses de vacinas contra a covid-19 até o fim da semana

>> Sem vacinas, Prefeitura do Recife recua e passa a agendar segunda dose da Astrazeneca com intervalo de 85 a 90 dias

Ainda de acordo com o representante da Abrasel-PE, os empresários que quiserem participar da ação também seriam os responsáveis por divulgar os benefícios que serão ofertados para os clientes. "O próprio estabelecimento divulgaria nas suas mídias sociais qual seria o benefício para aquela campanha, para quem chegar com o cartão de vacinação em dia. Eu achei bacana, porque é uma campanha também de esclarecimento com relação à conscientização da vacina", detalhou.

Conforme informações repassadas por João Campos, em nota, o certificado de que a pessoa estaria vacinada será fornecido pela própria prefeitura, através do aplicativo Conecta Recife. "A gente lança hoje, no Conecta Recife, o certificado de vacinação. Então você pode acessar e encontrar a possibilidade de retirar o certificado digital de vacinação se você tomou a segunda dose ou uma dose, se for o caso de uma vacina de dose única. A partir de hoje a ferramenta já está disponível", declarou o prefeito.

"Com o certificado da Prefeitura, a nossa ideia é que você possa ter desconto num estabelecimento comercial, numa estadia numa pousada ou até numa ida a um bar ou restaurante. É preciso que todo mundo dê a sua contribuição, priorizando e valorizando a vacinação", completou o socialista.

Pessoas em situação de rua

Em junho, a Prefeitura do Recife lançou o Programa Recife Acolhe, que se propõe a instaurar várias medidas para auxiliar a população vulnerável da cidade durante toda a gestão do prefeito. Entre as iniciativas anunciadas estava a abertura de um edital para contratação de 200 vagas em hotéis, pousadas e outras instituições para receber pessoas em situação de rua capital.

No dia 14 de junho, a administração municipal chegou a prometer lançar em até 30 dias esse edital, mas isso não ocorreu até o momento. Segundo a Secretaria de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos, Juventude e Políticas sobre Drogas, atualmente ele está sob análise da Procuradoria Geral do Município. Apenas a partir dessa publicação será possível saber informações sobre os custos do projeto - que serão arcados pelos cofres municipais -, bem como o prazo de concessão do benefício.

34 anos

Nesta segunda o prefeito também anunciou a ampliação da imunização para os recifenses, que agora poderão se vacinar desde que tenham a partir de 34 anos. O agendamento começa a partir das 19h, também no app Conecta Recife, e a vacina já vai começar a ser aplicada na terça (20).

"Hoje a partir das 19h vai estar aberto no Conecta Recife o agendamento para quem tem 34, 35 e 36 anos de idade. Esse grupo representa 90 mil pessoas na cidade que terão a oportunidade de serem vacinadas contra a covid-19. Tem vacina pra todo mundo. Toda vez que a gente abre um grupo, tem a garantia que aquelas pessoas do grupo receberão a vacina no dia, local e horário marcados. Recife foi a única capital do Brasil que fez o procedimento de forma 100% digital e isso possibilita que a gente consiga avançar mais e abrir novos grupos", detalhou o prefeito.

Comentários

Últimas notícias