Combustíveis

Gasolina em Fernando de Noronha está perto dos R$ 10 e é a mais cara do Brasil

Neste domingo (31), preço do litro no único posto da ilha passou de R$ 9,39 para R$ 9,66

Adriana Guarda
Adriana Guarda
Publicado em 01/11/2021 às 17:13
Montagem sobre foto
Gasolina aumentou de R$ 9,39 para R$ 9,66 na ilha e desagradou consumidores - FOTO: Montagem sobre foto
Leitura:

Se quem mora nas cidades pernambucanas está descontente com os constantes aumentos da gasolina, imagina quem vive ou está de passagem por Fernando de Noronha. A ilha tem o preço do litro da gasolina mais alto do Brasil, caminhando para os R$ 10,00. Como os reajustes da Petrobras só podem ser aplicados quando o combustível desembarca na ilha, o aumento do último dia 26 só foi repassado ao consumidor neste domingo (31). O valor passou de R$ 9,39 para R$ 9,66; sendo o 16º reajuste ao longo do ano. 

Em Noronha só existe um posto de combustíveis, que é administrado pela empresa Ecopostos. O diretor da companhia, Rafael Coelho, explica que a sistemática de preços na ilha já é diferente em função do frete marítimo. "Existe um limitador contratual de preços em relação ao continente que leva em consideração os custos de transporte, que é de R$ 2,20 por litro de combustível", detalha. 

Coelho afirma que apesar de estar se aproximando dos R$ 10,00; o reajuste da gasolina não foi repassado integralmente. O aumento definido pela Petrobras foi de 7,04%; enquanto para o preço final o acréscimo foi de 2,87%. "Se fosse repassado todo o reajuste permitido, a gasolina chegaria a R$ 10,50", compara. 

ESCALADA

Nos últimos meses, o preço da gasolina em Noronha foi avançando rapidamente e a expectativa é que chegue a dois dígitos até o final do ano. Nos últimos meses, o valor passou de R$ 8,94 para R$ 9,10, depois para R$ 9,39 e agora para R$ 9,66; enquanto a média em Pernambuco é de R$ 6,268 (segundo a ANP). O preço do diesel também está bem acima da média em Noronha, com o litro custando R$ 7,65; enquanto o valor médio é R$ 5,27. 

Comentários

Últimas notícias