Corrida de rua

Maratona de Londres deve acontecer apenas para uma elite de atletas

Corrida, que foi adiada para o dia 4 de outubro, chegou a receber 43 mil participantes no ano passado

AFP
Cadastrado por
AFP
Publicado em 25/04/2020 às 16:55 | Atualizado em 25/04/2020 às 16:56
Reprodução/Instagram
Antes do adiamento por conta da pandemia do novo coronavírus, a maratona de Londres estava marcada para acontecer neste domingo (26) - FOTO: Reprodução/Instagram
Leitura:

A maratona de Londres, adiada devido ao novo coronavírus, será reservada apenas para uma elite de atletas, informou seu organizador, Hugh Brasher, neste sábado. No entanto, ele especificou que esse é apenas um dos "dez cenários" com os quais a organização trabalha.

A edição de 2020 da corrida estava prevista para ocorrer neste domingo, mas foi adiada para 4 de outubro como resultado da pandemia.

Mas, sem certezas sobre as medidas de confinamento do governo britânico, que proíbem grandes eventos, a corrida, que reuniu 43 mil corredores no ano passado, poderia seguir os passos da maratona de Tóquio, realizada em 1º de março com apenas 200 atletas.

Os astros Eliud Kipchoge e Kenenisa Bekele iriam se encontrar nas ruas da capital britânica este ano. "Gostaria de poder recebê-los em outubro, mas no momento não sabemos o que vai acontecer", disse Brasher à BBC.

"Temos que estudar a situação como um todo: três quartos de milhão de espectadores, o ambiente da saúde, as organizações de caridade", acrescentou.

"Estamos estudando dez cenários possíveis e eles mudam o tempo todo", concluiu.

A maratona de Berlim, que também faz parte junto com a maratona de Londres das seis 'grandes' da modalidade, não será realizada em 27 de setembro, conforme previsto depois que o governo alemão estendeu a proibição de grandes eventos até pelo menos o dia 24 de outubro.

Comentários

Últimas notícias