na itália

Destaque na imprensa italiana, Adryelson fala sobre possível transferência para a Lazio

Zagueiro do Sport, Adryelson contou um pouco de sua história em reportagem do jornal italiano Corriere dello Sport

Gabriela Máxima
Cadastrado por
Gabriela Máxima
Publicado em 02/06/2020 às 9:36 | Atualizado em 02/06/2020 às 9:36
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Adryelson foi destaque de publicação na Itália - FOTO: Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

Na mira da Lazio, o zagueiro do Sport Adryelson foi destaque do jornal italiano Corriere dello Sport na segunda-feira, quando a publicação reservou duas páginas para o atleta rubro-negro contar um pouco de sua história, revelar suas referências no futebol e ressaltar que seria uma honra defender a equipe italiana. 

>> Empresários de Adryelson evitam falar de interesse da Lazio

A possível transferência de Adryelson para o futebol italiano vem se destacando na imprensa local que resolveu apresentar o jogador para o torcida. O atleta de 22 anos disse que tem várias ídolos e apontou dois ex-atletas do Sport como suas referências. "Tenho vários (ídolos). Aqui, no Sport, Magrão e Durval. São jogadores que fizeram história no clube. Existem outros que passaram pela minha carreira e me ensinaram muito", observou o jogador.

Sobre o treinador que considera um professor, ele mencionou Milton Mendes. "Tive vários bons treinadores durante a minha jovem carreira, quem mais me impressionou foi Milton Mendes, trabalhamos juntos no Sport, isso me deu uma grande oportunidade e ele confiou no meu potencial", lembrou.

Especulações sobre a Lazio

Adryelson também foi questionado sobre a possível transferência para a Lazio. Ele, porém, ponderou sobre o assunto e falou que é uma honra para todo jogar vestir a camisa do time de Roma. "É uma equipe enorme na Itália e no mundo. Conheço a história e admiro muito. Sobre o interesse dos clubes eu deixo isso para meus empresários resolverem. Mas claro que seria uma honra para todos os jogadores defender a Lazio. Para mim não é diferente", concluiu.

 

Comentários

Últimas notícias