Tóquio 2020

Lucas Verthein termina semifinal em 5º e fica fora da disputa por medalha no remo na Olimpíada

O desempenho de Lucas foi o melhor do Brasil na história dos Jogos Olímpicos

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 29/07/2021 às 3:29
Notícia
AFP
Apesar da eliminação, brasileiro teve uma boa participação na modalidade - FOTO: AFP
Leitura:

ESTADÃO CONTEÚDO

O Brasil não disputará medalhas no remo nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Único representante do País na modalidade, Lucas Verthein terminou em quinto lugar na semifinal da categoria single skiff, na noite desta quarta-feira (horário de Brasília) e vai competir na final B, que define do sétimo a 12º lugar.

A despeito do resultado, o desempenho de Lucas em Tóquio já é o melhor da história do Brasil no remo single skiff. Foi a primeira participação do remador de 23 anos numa Olimpíada. Fora da briga por medalhas, ele disputará a final B nesta quinta-feira, às 21h15 (horário de Brasília).

LEIA MAIS

Brasil estreia com dura derrota para o Canadá no rúgbi feminino nos Jogos Olímpicos

Judoca Mayra Aguiar perde de alemã, mas tem chance de bronze em Tóquio; veja o horário

Renato Rezende avança às semis do BMX nos Jogos de Tóquio; Priscilla Carnaval é eliminada

Em jogo disputado, seleção brasileira feminina de handebol perde para Espanha na Olimpíada de Tóquio

Horários Olimpíadas 2020: veja as partidas e disputas desta quinta (29)

Competindo da raia 5 na primeira semifinal, Lucas Verthein fez uma boa largada, imprimiu um ritmo forte na primeira parcial, mas conseguiu acompanhar os líderes por pouco tempo. Ele fechou sua participação em quinto lugar, com 7min02s87, 19s95 mais lento que o primeiro colocado e 12s68 atrás do quarto.

Na primeira semifinal, o norueguês Kjetil Borch foi o primeiro colocado, com 6min42s92. Os outros dois classificados à final A foram o croata Damir Martin, (6min45s27), e o lituano Mundaugas Griskonis, (6min45s90). Na segunda semifinal, avançaram à decisão o grego Stefanos Ntouskos, (6min41s61), o dinamarquês Sverri Nielsen (6min44s00), e o russo Alexander Vyazovkin, (6min44s56).

Aos 23 anos, Lucas é o único representante do Brasil no remo na Olimpíada. O carioca conquistou no mundial júnior disputado em 2016, na Holanda, uma medalha de bronze, a única obtida até hoje por um atleta latino-americano. No Pan de Lima, em 2019, também trouxe um bronze para o Brasil.

Comentários

Últimas notícias