Perto de voltar

Náutico está otimista, mas cauteloso com volta de Camutanga após lesão

Zagueiro lesionou joelho no primeiro jogo da final da Série C, contra o Sampaio Corrêa, e foi operado somente em novembro

Klisman Gama
Klisman Gama
Publicado em 28/03/2020 às 10:11
Notícia
Léo Lemos/Náutico
Camutanga virou xodó da torcida alvirrubra - FOTO: Léo Lemos/Náutico
Leitura:

Ainda longe dos gramados por conta de uma lesão no joelho no primeiro jogo da final da Série C, o zagueiro Camutanga segue o processo de fisioterapia após a cirurgia, realizada no final de novembro. Com a parada do futebol por causa da pandemia do coronavírus, a recuperação do zagueiro seguirá sem pressa por parte do departamento médico do Náutico, que tem precaução para não adiantar o retorno do defensor, que deve estar apto novamente em três ou quatro meses.

"Em relação a Camutanga, o mesmo encontra-se no terceiro para o quarto mês de pós-operatório. Podemos dizer que ele está no meio do tratamento, ou seja, deverá retornar em três ou quatro meses. Está muito bem, evoluiu sem intercorrências durante todo o período de pós operatório. No entanto, é preciso respeitar o tempo necessário para sua recuperação (sete a oito meses). Ele já foi operado desse joelho, portanto, é uma reoperação para reconstrução do ligamento cruzado anterior. É preciso cautela e não podemos pular etapas", afirmou o vice-presidente médico do Náutico, doutor Múcio Vaz.

O zagueiro de 26 anos chegou ao Náutico em 2018, por indicação do então técnico Roberto Fernandes. Questionado pela torcida no começo, foi ganhando espaço e se tornou um dos xodós dos alvirrubros. Vivia um bom momento em 2019, como titular absoluto do sistema defensivo do Timbu. Inclusive, marcou um dos gols do Náutico naquela final contra o Sampaio Corrêa. Acabou se machucando e foi substituído no segundo tempo da partida, que aconteceu no dia 29 de setembro. Ao todo, Camutanga tem 66 jogos disputados pelo Alvirrubro e dois gols marcados.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias