DESTAQUE NO TIMBU

Sondagens por Jean Carlos é muito natural, diz vice-presidente do Náutico

Após o Fluminense revelar interesse em Jean Carlos, o vice-presidente do Náutico, Diógenes Braga, mostrou que o caminho para tirar o meia do Timbu é longo

Túlio Feitosa
Túlio Feitosa
Publicado em 28/03/2020 às 15:29
Notícia
ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Náutico perdeu para o Fortaleza no último jogo antes da suspensão das atividades - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

Antes das paralisações, o mercado da bola estava em constante movimentação. E pelo desempenho nesse início de campeonato, essa mesma bola iria cair no colo de Jean Carlos, meio-campista do Náutico e um dos destaques do futebol pernambucano em 2020. O atleta despertou o interesse do Fluminense, que sondou o meia alvirrubro, mas teve que interromper as conversas devido às pausas pela Covid-19.

O vice-presidente do Náutico, Diógenes Braga, demonstrou normalidade ao falar sobre a sondagem do clube carioca. "Essa questão de Jean é muito natural. Ele é um jogador de destaque no futebol brasileiro. Na minha opinião e na da maioria das pessoas que acompanham o futebol pernambucano, é um dos principais jogadores do cenário nacional", disse em entrevista à Rádio Jornal.

Em ascenção no futebol nacional, o meia de 28 anos voltou a ser alvo de grandes clubes, mas o vínculo com o clube alvirrubro vai além do contratual. "Ele está muito feliz no Náutico, e esse é o ponto. É claro que ele está ajudando muito o clube, mas o clube também fez muito por ele e ele tem um reconhecimento muito grande que o Náutico o reprojetou para o cenário brasileiro", exaltou Diógenes.

Em 2016, Jean Carlos fez uma boa temporada no Vila Nova, de Goiás, e logo despertou o interesse do São Paulo, indo para a equipe tricolor no mesmo ano. Mas ele não teve muitas oportunidades no clube paulista, tendo atuado apenas em três partidas. Antes de chegar ao Náutico, em 2019, Jean passou pelo Goiás, Grêmio Novorizontino, Coritiba e Mirassol. Em 2020, o camisa 10 atuou em 13 partidas e marcou seis gols com a camisa alvirrubra.

OBSTÁCULO CONTRATUAL

Ainda de acordo com Diógenes Braga, Jean Carlos tem um contrato salarial justo e de longa duração. Apesar de não ter revelado valores, ele realçou que a multa para tirar o atleta do Timbu seria muito alta. "Interesse, qualquer clube pode ter, mas para levar, vai ter que procurar o Náutico e chegar numa condição financeira que o clube entenda que é justo. E nesse momento, a intenção do clube não é se desfazer de Jean. É continuar com ele para que, juntamente com os colegas, leve o náutico para a Série A de 2021", concluiu o vice-presidente.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias