Comandante tem moral

Atletas enaltecem honestidade e respeito no trabalho do técnico do Santa Cruz

Itamar Schulle assumiu o Tricolor no fim de 2019, montou a maior parte do elenco ao lado da diretoria e tem o elenco ao seu lado neste começo de ano

JC
JC
Publicado em 15/04/2020 às 20:45
Notícia
ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Itamar Schulle, técnico do Santa Cruz, tem o trabalho elogiado pelo elenco, que "comprou a briga" dele e comissão técnica em torno do Tricolor - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

O técnico Itamar Schulle chegou ao Santa Cruz em dezembro de 2019. Contratado para comandar a equipe na atual temporada, encontrou vários percalços, bateu de frente com a diretoria em alguns momentos, em relação a cobranças por peças para o elenco, mas o trabalho tem destaque. Mesmo com algumas posições carentes de reforços, o treinador faz um bom trabalho no Tricolor, que em 17 jogos disputados no ano, venceu 10, empatou quatro e perdeu três. Com o time jogando um futebol eficiente dentro das suas limitações - antes da paralisação pela pandemia da covid-19 -, para quem está de fora, avalia-se como bem feito o papel de Schulle. Porém, dentro do elenco, outro fator tem se destacado.

 

Itamar Schulle é um técnico que conta com o elenco do Santa Cruz em mãos. Isso já foi deixado claro por parte dos jogadores em diversas entrevistas para a imprensa. Na Live do Torcedor, novo projeto do Blog do Torcedor, o zagueiro Danny Morais deixou claro a posição que o técnico passa para o elenco. Apesar da aparência de turrão, o comandante mostra um lado totalmente diferente, trazendo os jogadores para o seu lado.

"Considero uma pessoa muito honesta, ele transmite isso nas suas ações é um cara que, na minha opinião, tem um trabalho de fácil entendimento e tem a maneira de ser dele. O pessoal comprou a briga dele e da comissão técnica, e as coisa estão dando certo. Com os resultados tudo se torna melhor, mas a honestidade e simplicidade chamam as pessoas para o lado dele", comentou o capitão coral.

Confiança

Outro destaque feito quanto ao treinador é a confiança que ele passa para os jogadores. Schulle busca extrair o máximo do jogador e demonstra preocupação com fazer o atleta se sentir bem no clube. Foi o caso do atacante Victor Rangel, que já havia confessado, em entrevista ao repórter João Victor Amorim, da Rádio Jornal, o respeito pelo comandante. O centroavante explicou a importância do técnico em sua retomada após perder a pré-temporada no começo do ano.

"O professor foi fundamental para que isso (retomar a boa forma) acontecesse, me dando liberdade, confiando em mim, acreditando no meu trabalho, e isso fez com que eu me sentisse muito bem. Fiquei muito feliz da forma que ele me tratou, com muito respeito no trabalho, de certa forma com bastante carinho para que eu ficasse à vontade para render. Estou muito contente de estar trabalhando com ele e é claro que quero, da melhor forma possível, ajudá-lo, ajudar meus companheiros e o clube. Ele é um treinador que passa muita confiança para seus jogadores, muito dedicado, comprometido com o clube", disse o atacante.

Comentários

Últimas notícias