Preparação física

Santa Cruz intensifica preparação, mas também aumenta cuidados com lesões

Fisiologia do clube tem trabalhado para elevar a carga dos treinos visando uma melhor preparação física dos jogadores, mas sem causar danos aos atletas

Klisman Gama
Klisman Gama
Publicado em 03/07/2020 às 11:31
Notícia
Rafael Melo/ Santa Cruz
Itamar Schulle tem cuidado dos detalhes com a preparação física do Tricolor para evitar qualquer sobrecarga - FOTO: Rafael Melo/ Santa Cruz
Leitura:

O Santa Cruz retomou suas atividades no dia 15 de junho, com os treinos em campo começando no dia 17. O foco inicialmente era na parte física e, atualmente, o clube já divide as atenções para os trabalhos com bola. A ideia é de tentar devolver o ritmo de jogo e a condição tática e técnica dos atletas até o início das competições. Desta forma, treinos mais intensos têm sido feitos, como nesta sexta-feira (3), em que o plantel coral será acionado em dois expedientes.

 

Assim, surge também a preocupação com o nível de exigência. É preciso aumentar a carga para que a meta seja atingida. Porém, por outro lado, é preciso ter cuidado para que não se extrapole e cause lesões nos jogadores. Ainda mais porque, quando os jogos voltarem, serão partidas com curtos intervalos entre si. Ou seja, atenção redobrada por parte da preparação física do Santa Cruz, que vem diariamente ajustando esses detalhes com o técnico Itamar Schulle.

“A todo momento temos reuniões, debatemos ideias, progressão de carga, buscando o melhor caminho para essa progressão evite o pior, que seriam as lesões, no caso. Então a todo momento estamos conversando com o professor Itamar no planejamento das atividades, dos trabalhos físicos, para que evite um pico que poderia acarretar em um problema maior futuro. A todo instante é pensada essa progressão de carga para que se evite a lesão”, explicou o fisiologista do Santa Cruz, Igor Soalheiro.

Ainda sem previsão de volta às partidas, o Tricolor conta agora com o elenco completo nos treinamentos, já que o atacante Victor Rangel teve sua renovação assinada. Antes da paralisação causada pela pandemia do novo coronavírus, o Santa Cruz liderava o Campeonato Pernambucano com 22 pontos e já estava classificado para as semifinais do Estadual. Faltava somente a partida final da primeira fase, contra o Sport. No Nordestão, o Tricolor é o quinto do Grupo B, com 10 pontos. Encara o já eliminado River-PI e torce por um tropeço de Ceará ou Náutico, que têm 11, para entrar no G4 da chave e avançar ao mata-mata.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias