RITMO DE JOGO

Volante comemora sequência como titular e quer Santa Cruz focado contra o Imperatriz

Bileu, de 31 anos, vai para a sua quinta partida seguida como titular da equipe tricolor

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 31/10/2020 às 10:44
Notícia

BRENDA ALCÂNTARA/JC IMAGEM
Bileu é o homem de confiança Marcelo Martelotte no meio de campo do Santa Cruz - FOTO: BRENDA ALCÂNTARA/JC IMAGEM
Leitura:

Depois de recuperar o seu espaço no Santa Cruz com a chegada do técnico Marcelo Martelotte, o volante Bileu vem conseguindo manter uma regularidade e já vai para a sua quinta partida como titular. O comandante coral sempre deixou claro que a sua opção pelo cabeça de área de 31 anos é pelo fato dele agregar maior poder de marcação à equipe, que sob o comando do treinador ganhou um DNA mais ofensivo e precisava de um jogador mais pegador no meio de campo.

"Graças a Deus estou tendo oportunidade de jogar nessas últimas partidas e os resultados estão vindo. Independente de quem joga, os resultados estão sendo favoráveis. Estamos fazendo bons jogos e conseguimos resultados que estão sendo importantes no campeonato. Não por acaso que estamos em primeiro colocado. Agora é manter o foco nos próximos jogos para dar sequência ao bom trabalho que estamos fazendo", reforçou Bileu.

Apesar de sua entrada ter proporcionado maior equilíbrio ao time do Santa Cruz e, consequentemente, elogios pela a evolução coletiva, o volante tricolor não se envaidece. "Sabemos que elogio é bom, mas com ele vem as cobranças. Estou ciente disso e vou procurar manter o bom futebol. Como sempre falo: estou aqui para ajudar o Santa Cruz, independente da função que vou fazer em campo. Quando Martelotte chegou aqui joguei de lateral e pude ajudar. Esse é meu trabalho... Independente de jogar ou não, procurar estar sempre preparado para quando a oportunidade aparecer ajudar da melhor maneira possível", destacou.

RESPEITO

O Imperatriz, adversário do Tricolor do Arruda, neste sábado (31), atravessa um momento terrível. Além de somar apenas um ponto dos 36 disputados na Terceirona, a equipe maranhense vem atuando nas últimas rodadas com um grupo reduzido (chegou a ir para um jogo com apenas três jogadores no banco e um deles estava machucado). Ainda assim, Bileu não acredita que o Santa vai encontrar vida tranquila no Maranhão. "Sabemos que o adversário não está bem, mas cada jogo é uma história diferente. Vimos na outra chave o São Bento, que só tinha 12 jogadores relacionados arrancar um empate heroico. Não podemos dar esse mole de perder pontos. Vai ser um jogo difícil, por isso, temos de manter os pés no chão e a cabeça boa. Não podemos menosprezar nenhum time. Eles vão jogar contra o líder e vão querer mostrar trabalho. É entrar determinado e deixar essas questões extracampo de lado", comentou o volante.

Para esse duelo válido pela 13ª rodada da Série C, o Santa Cruz deve entrar em campo com duas modificações em relação à última rodada. O goleiro Maycon Cleiton retorna à meta coral após se recuperar da covid-19, enquanto que Chiquinho deve ganhar uma oportunidade entre os titulares na vaga de Jáderson. Provável time: Maycon Cleiton; Toty, Danny Morais, William Alves e Perí; Bileu, Paulinho, Didira e Chiquinho; Lourenço e Pipico.

O técnico Marcelo Martelotte, além dos atacantes Caio Mancha e Negueba testaram positivo para a covid-19 e ficaram no Recife em isolamento. Quem comanda o Santa na área técnica é o coordenador técnico do clube, Thiago Duarte, já que o auxiliar de Martelotte, Júnior Boca, também não viajou para Imperatriz por estar com uma virose - o exame dele não detectou a presença do coronavírus.

Seja um assinante JC.

Assine o JC com planos a partir de R$ 1,90 e tenha acesso ilimitado a todo o conteúdo do jc.com.br, à edição digital do JC Impresso e ao JC Clube, nosso clube de vantagens e descontos que conta com dezenas de parceiros.

Assine o JC

Comentários

Últimas notícias