Decisão

Santa Cruz vê Vila Nova indo para o "tudo ou nada" em duelo pela Série C

O time goiano possui quatro pontos, é o lanterna da chave e um tropeço dentro de casa pode eliminá-lo da competição. Ciente disso, o Tricolor se vê preparado para conseguir um bom resultado fora de casa

Klisman Gama
Klisman Gama
Publicado em 06/01/2021 às 8:03
Notícia

ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Tricolor tem duelo difícil contra o Vila Nova no próximo sábado - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

Diante do Vila Nova, que tomou um sonoro 3x0 do Brusque em casa na última rodada do quadrangular do acesso na Série C, o Santa Cruz tem mais um desafio complicado neste sábado (9), às 17h, no estádio OBA, em Goiânia. Primeiro porque o Alvirrubro vai em busca de sua recuperação e de, também, seguir vivo na luta pelo acesso, pois um tropeço pode eliminá-lo neste fim de semana. Ou seja, atuando em casa, deverão tomar a iniciativa do jogo indo para o "tudo ou nada". Algo que os corais esperam, mas que também se veem preparados para conseguir um bom resultado.

"Um jogo complicado, o Vila vem para o tudo ou nada. Se eles perderem em casa, ou até empatarem, podem dar adeus ao acesso. A gente vem sabendo de toda a capacidade do nosso elenco. Independente de quem jogar, vamos buscar os três pontos, porque o mais importante é o acesso. A gente tem mais dois jogos complicadíssimos, um fora e um em casa. Acredito que fazendo quatro pontos, a gente consegue buscar o acesso, então vamos para cima que vai dar tudo certo", comentou o volante André.

O Santa Cruz ocupa a terceira colocação da sua chave, com cinco pontos, empatado com o Ituano. Contudo, fica atrás por conta do número de gols marcados (cinco dos paulistas contra quatro dos pernambucanos). O Vila Nova é o quarto colocado com quatro pontos, e conquistou sua única vitória nesta fase diante do Tricolor. Uma vitória, ou até mesmo um empate, teria deixado a classificação coral bem encaminhada, tendo em vista a situação atual do grupo. Porém, o plantel deixa os números um pouco de lado neste momento. A mentalidade é de buscar a vitória contra o Tigre neste sábado. Depois disso, a chave vira para o jogo decisivo contra o Brusque, no Arruda.

"O professor deixa claro que o importante é sempre o próximo jogo. A gente briga sempre pelo próximo, quer sempre ganhar o próximo jogo, para não ficar se preocupando em fazer conta. Vamos brigar para ganhar o próximo jogo e, passando do Vila, a gente vai enfrentar o Brusque pensando também em ganhar o próximo jogo para não precisar fazer conta. Se fizermos tudo certinho, acaba com tudo certo no final", finalizou.

Comentários

Últimas notícias