Leão

Sport deixa aberta possibilidade de acordo com Luan após paralisação para evitar ação na Justiça

Luan se despediu do Sport em abril após fim do contrato

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 23/05/2020 às 7:23
Notícia
Foto: Anderson Stevens/Sport
Luan chegou no Sport no começo da temporada passada - FOTO: Foto: Anderson Stevens/Sport
Leitura:

Sem a ação na Justiça, o Sport pode fazer um acordo com o atacante Luan após a paralisação no futebol provocada pela pandemia do novo coronavírus. Procurado pelo Jornal do Commercio e Blog do Torcedor, o presidente rubro-negro Milton Bivar frisou que não enxerga problema tentar entrar em acordo com o staff do jogador, se a situação financeira do Leão melhorar após o retorno dos jogos. Tudo isso para evitar mais um imbróglio judicial.

"Se depois da pandemia as coisas normalizarem e a gente tiver condição de pagar, vamos chamar ele (atacante Luan e/ou representante) para negociar", afirmou o mandatário leonino.

LEIA MAIS

Por orientação da CBMA, CBF proíbe Sport de registrar jogadores

Sport vai precisar acertar pendências com Luan após a pandemia

Sem atividades no Sport, Sander revela rotina de treino e relatório pessoal de exercícios

Capitão do Sport, Sander enaltece metodologia do técnico Daniel Paulista

Na última quinta-feira, a assessoria de comunicação de Luan confirmou ao JC e Blog que o atacante deixou o Sport no começo do mês passado com pagamentos atrasados. Além disso, contou que o advogado do atleta não entrou com o processo na Justiça cobrando os débitos por causa da pandemia. O que deve acontecer depois da paralisação.

Luan desembarcou na Ilha do Retiro no começo de 2019. Mas uma lesão no tendão de aquiles, que precisou de intervenção cirúrgica, atrapalhou a sequência do atacante com a camisa rubro-negra. Inclusive, o vínculo dele foi estendido com o Sport até março deste ano para o atleta se recuperar. No total, ele disputou apenas oito partidas e balançou a rede em três oportunidades.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias