Coronavírus

Ilze Scamparini aparece emocionada na Globo ao falar dos impactos do coronavírus

A correspondente da TV Globo na Itália fez um relato emocionado durante o Bom Dia Brasil

JC
JC
Publicado em 10/03/2020 às 11:55
Notícia
Reprodução/Globo
Ilze Scamparini relata emocionada sobre a epidemia do coronavírus na Itália. - FOTO: Reprodução/Globo
Leitura:

A correspondente da TV Globo na Itália, Ilze Scamparini, se emocionou na manhã desta terça-feira (10), durante participação no Bom Dia Brasil, telejornal matutino da emissora. A jornalista comentava sobre os impactos do coronavírus no país europeu, onde já foram registrados mais de 400 mortes.

A epidemia de covid-19 que a Itália enfrenta resultou no isolamento total do país, que mantém monumentos e estabelecimentos fechados. A repórter apareceu visivelmente emocionada ao retratar a falta de equipamentos adequados nos hospitais. "Você não sabe se vai sobrar uma máquina para você respirar, se você desenvolver a forma mais grave da covid-19”.

A correspondente ainda relatou sobre o difícil cenário de epidemia de outros países europeus. Na Espanha, mais de 1.200 casos de coronavírus foram registrados. sobrecarregando os hospitais de Madri. "Espanha, França e Alemanha são países que registram mais de mil casos. O governo espanhol suspendeu as aulas por duas semanas", seguiu Ilze com a voz embargada.

Scamparini, que atua como correspondente internacional há mais de vinte anos, sensibilizou os internautas, e conquistou o primeiro lugar dos assuntos mais comentados do Twitter nesta manhã. Veja alguns dos comentários feitos na rede social: 

Cenário Italiano

O primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, comunicou na noite desta segunda-feira (09) que todo o país entrará em situação de isolamento total. Viagens no território italiano estão proibidos e os únicos deslocamentos permitidos são os justificados por questões de saúde, trabalho, ou outras razões de urgência comprovadas. O primeiro-ministro assumiu que o melhor conselho a se transmitir aos cidadãos é de permanecer em casa. "Vou assinar uma medida que podemos resumir como 'fique em casa'. Não haverá mais uma 'zona vermelha na península — a Itália inteira será uma área protegida", disse Conte.

Além das restrições na circulação de pessoas no país, Conte prorrogou a suspensão das atividades nas instituições de ensino do país, suspendeu todos os eventos esportivos, reuniões e cerimônias públicas e limitou visitas em unidades de saúde.

Segundo dados divulgados na segunda-feira (09) pelo serviço de proteção civil italiano, o país registra 9.172 casos confirmados do novo coronavírus. Fora da Ásia, a Itália é o país com maior número de casos de Covid-19.

DIVULGAÇÃO
Ilze Scamparini relata emocionada sobre a epidemia do coronavírus na Itália. - FOTO:DIVULGAÇÃO

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias