Investigação

Para promotor alemão, que investiga o caso, Madeleine McCann pode estar morta

Pedófilo de 43 anos, que não teve nome revelado, é considerado suspeito pelo homicídio

Vanessa Moura
Cadastrado por
Vanessa Moura
Publicado em 04/06/2020 às 11:27 | Atualizado em 04/06/2020 às 12:06
HANDOUT / METROPOLITAN POLICE / AFP
Madeleine McCann desapareceu de seu quarto em 3 de maio de 2007, em um bloco de apartamentos na costa da Praia da Luz, no sul de Portugal, onde passava as férias com a família - FOTO: HANDOUT / METROPOLITAN POLICE / AFP
Leitura:

Na última quarta-feira (04), o promotor alemão, Hans Christian Wolters, afirmou que a menina inglesa Madeleine McCann, que desapareceu em Portugal no ano de 2007, provavelmente está morta. Um pedófilo de 43 anos, que não teve nome revelado, é o suspeito pelo homicídio. De acordo com a polícia alemã, o homem morou na região do Algarve, em Portugal, entre 1995 e 2007 e já foi condenado em vários casos relacionados à abuso sexual de menores, roubo de hotéis e apartamentos e compra e venda de drogas. Atualmente, o homem está preso. 

>>Polícia britânica tem nova versão para Caso Madeleine

>>Busca de possíveis testemunhas sobre o caso Maddie na Holanda e Alemanha

>>Polícia de Portugal reabre caso Madeleine McCann

>>Polícia portuguesa segue pista de ex-funcionário de hotel no caso 'Maddie'

>>Portugal nega detenções no caso Maddie

>>Polícia busca um agressor sexual em caso da menina Maddie

>>Scotland Yard volta a Portugal para interrogatórios do caso Maddie

>>Caso Maddie: Scotland Yard volta a Portugal para novos interrogatórios

As polícias do Reino Unido e da Alemanha, estão averiguando o caso e investigando o suspeito alemão. Fotos de uma van e um Jaguar, veículos os quais ele usava na época do desaparecimento de Madeleine, foram divulgados. 

 Polícia Metropolitana de Londres/Divulgação
Polícia divulga fotos do veículo de suposto assassino de Madeleine McCann - Polícia Metropolitana de Londres/Divulgação
 Polícia Metropolitana de Londres/Divulgação
Polícia divulga fotos do veículo de suposto assassino de Madeleine McCann - Polícia Metropolitana de Londres/Divulgação

Em 3 de maio de 2007, Madeleine desapareceu de seu quarto do hotel, durante uma viagem de férias que fazia com sua família no Algarve, extremo-sul de Portugal. No momento do desaparecimento da menina, os pais participavam de um jantar com amigos em um resort na Praia da Luz. De acordo com a polícia, o suspeito morava próxima à esta localidade na época. 

Para os pais da menina, a identificação de um suspeito é algo bastante significativo. “Tudo que sempre quisemos foi encontrá-la, descobrir a verdade e levar os responsáveis à Justiça”, afirmaram Kate e Gerry, pais de Madeleine, em um comunicado. 

OMINIC LIPINSKI / POOL / AFP
Kate e Gerry McCann, os pais de Madeleine - OMINIC LIPINSKI / POOL / AFP

Comentários

Últimas notícias