Saúde

Em casos raros, covid-19 pode causar surdez

Os autores do artigo observam que o SARS-CoV-2, que está instalado em um tipo de célula particular encontrado nos pulmões, foi descoberto recentemente em células similares no ouvido

AFP
AFP
Publicado em 14/10/2020 às 9:30
Notícia

XAVIER GALIANA / AFP
A surdez se trata de um sintoma muito raro entre a série de potenciais efeitos da covid-19 - FOTO: XAVIER GALIANA / AFP
Leitura:

A covid-19 pode causar uma súbita e definitiva surdez - informa um grupo médico, relatando o "primeiro caso" britânico na revista BMJ Case Reports. Trata-se, porém, de um sintoma muito raro entre a série de potenciais efeitos da covid-19.

"Apesar da considerável documentação sobre a covid-19 e sobre os diversos sintomas associados ao vírus, falta debate sobre a relação entre a covid-19 e a audição", alertam os especialistas na revista especializada, recomendando que sejam feitos testes nos hospitais, incluindo na terapia intensiva, para aplicar (em caso necessário) um tratamento à base de esteroides.

Até agora, foram informados apenas alguns casos no mundo. Os autores do estudo relatam um homem de 45 anos tratado para covid-19 em seu hospital britânico. O paciente, que também sofre de asma, foi internado em terapia intensiva, sob respiração artificial. Os médicos lhe deram um tratamento à base de remdesivir (um antiviral), esteroides e troca de plasma sanguíneo.

Sua condição melhorou, mas, uma semana depois de receber alta da unidade de terapia intensiva, ele repentinamente ficou surdo do ouvido esquerdo. Os testes determinaram que seus dutos não estavam obstruídos, e seus tímpanos, intactos. Ele foi tratado com corticoides, mas se recuperou apenas parcialmente.

Depois de descartar outras possíveis causas, os médicos associaram essa deficiência auditiva ao COVID-19, de acordo com a revista. Um primeiro caso semelhante foi anunciado em abril de 2020 na Tailândia. Os autores do artigo observam que o SARS-CoV-2, que está instalado em um tipo de célula particular encontrado nos pulmões, foi descoberto recentemente em células similares no ouvido.

Esse vírus também gera uma reação inflamatória e um aumento na produção de citocinas (um tipo de proteína) envolvidas na perda auditiva, segundo os autores.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias