Coronavírus

Paulo Câmara tranquiliza população sobre o coronavírus e afirma: "Vamos superar este difícil momento que o mundo atravessa"

De acordo com o governador, é necessário manter a tranquilidade para inibir a propagação do vírus. Medidas mais radicais podem ser tomadas caso a doença avançe

Vanessa Moura
Vanessa Moura
Publicado em 13/03/2020 às 7:26
Notícia
Foto: Reprodução
Paulo Câmara aparece em vídeo institucional nesta quinta-feira (13) - FOTO: Foto: Reprodução
Leitura:

Na quinta-feira (12), o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, apareceu em vídeo institucional afirmando estar tomando todas as medidas necessárias para contenção do coronavírus no Estado. Segundo ele, o momento é da população manter a calma e agir com cautela. Câmara ainda reforçou a necessidade de combater as fake news.

“Vamos manter a tranquilidade e agir com calma e cautela, para inibir a propagação do vírus e de outro mal, o boato. O esforço é coletivo para conter a Covid-19, em um ambiente favorável às medidas efetivas e às informações úteis. Assim vamos superar este difícil momento que o mundo atravessa”, disse Paulo Câmara, que relatou estar cuidando pessoalmente do Centro de Operações de Emergências em Saúde Pública (COE).

>> Veja tudo o que se sabe até o momento sobre a pandemia do coronavírus

>> Pernambuco é o nono estado brasileiro com caso confirmado de coronavírus

>> Secretaria de Saúde confirma dois primeiros casos de coronavírus em Pernambuco

“Em Pernambuco instalamos um comitê que eu comando pessoalmente. Continuaremos em ação permanente, inclusive adotando os encaminhamentos necessários, em casos suspeitos e confirmados”, completou o governador. O COE foi acionado na quinta-feira após a confirmação dos dois primeiros casos do novo coronavírus (Covid-19) no Estado e seu objetivo é promover uma solução coordenada no controle da doença através da articulação de todos os agentes envolvidos.

Além da ativação do Comitê, Paulo Câmara determinou a integração de todo o governo para a resolução do problema. O governador ainda tranquilizou a população e afirmou que com todas medidas sendo adotadas em breve este momento será superado. “Vamos manter a tranquilidade e agir com calma e cautela, para inibir a propagação do vírus e de outro mal, o boato. O esforço é coletivo para conter a covid-19, em um ambiente favorável às medidas efetivas e às informações úteis. Assim vamos superar este difícil momento que o mundo atravessa”, concluiu.

Ampliação de medidas

Na última segunda-feira (9), o Governo de Pernambuco reforçou a rede de saúde e ampliou as equipes em unidades de referência. No Hospital Oswaldo Cruz (Huoc), 132 profissionais de saúde foram convocados. Dentre o número, 12 médicos infectologistas foram nomeados, sendo sete para o Huoc e outros cinco para o Hospital Correia Picanço, referência estadual para o tratamento de doenças infecto-contagiosas.

A avaliação da situação será diária e, apesar de ainda não se falar em restrição de aulas e de circulação de pessoas, o secretário de Saúde de Pernambuco mencionou que medidas mais radicais poderão ser tomadas caso haja mudança no quadro atual.

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

>>Teste para novo coronavírus será coberto por planos de saúde, diz Ministério

>> Saiba quais são seus direitos no caso de cancelamento de viagens devido ao Coronavírus

>> Hospital Oswaldo Cruz terá 120 novas vagas para tratar do coronavírus

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (mascára cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95 Confira o mapa de casos

Comentários

Últimas notícias