covid-19

Criança com sintomas de covid-19 morre com síndrome respiratória no Recife

As amostras do caso foram coletadas e enviadas para o Laboratório Central de Saúde Pública em Pernambuco. O resultado sairá em 72 horas

JC
JC
Publicado em 21/03/2020 às 14:28
Notícia
YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
A SRAG pode ser provocada por bactérias e vírus, como Influenzas A e B e covid-19. - FOTO: YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
Leitura:

atualizada às 10h do dia 22 de março

A Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) informou, neste sábado (21), a morte de uma criança de um ano por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) no Hospital Universitário Oswaldo Cruz, em Santo Amaro, no Recife. A SRAG pode ser provocada por bactérias e vírus, como Influenzas A e B e covid-19. O óbito, no entanto, não teve relação com a covid-19, conforme informado pela SES na noite do sábado (21).

» Justiça de Pernambuco proíbe enfermeiros de começarem a greve programada para a segunda-feira (23)

» Pernambuco tem mais duas curas clínicas do novo coronavírus

» Brasil tem 1.128 casos confirmados de coronavírus com 18 mortes

» Coronavírus: banho de mar não está proibido em Pernambuco, mas especialistas fazem alerta

» Rio de Janeiro confirma terceira morte pelo novo coronavírus 

» Para evitar aglomerações devido ao coronavírus, governo permite que motoristas com CNH vencida possam dirigir

» Coronavírus: Assine a nova newsletter do JC e receba diariamente as principais notícias

As amostras do caso foram coletadas e enviadas para o Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco (Lacen-PE) para investigação de vírus respiratórios. A real causa da morte ainda é investigada pelo centro de pesquisa.

SRAG

Segundo a Secretaria, até 29 de fevereiro, Pernambuco registrou 211 casos de SRAG, quadro que pode ser provocado por diversos agentes e é caracterizado pela necessidade de internação de pacientes com febre, tosse ou dor de garganta associado à dispneia ou desconforto respiratório, e ainda saturação de oxigênio abaixo de 95%. Desse total, 13 foram positivos para algum tipo de influenza, sendo 9 para influenza B e 4 influenza A (H1N1).

NEWSLETTER DO JC SOBRE CORONAVÍRUS

O JC lança mais um produto para os leitores nesta quinta-feira (19). Diariamente às 20h, de domingo a domingo, internautas que se cadastrarem na nova newsletter vão receber por e-mail uma seleção das principais notícias do dia sobre o surto de coronavírus no mundo e no Brasil.

Os interessados podem assinar esta e outras newsletters através do link jc.com.br/newsletter ou no box localizado no final das matérias.

Casos de covid-19 no Estado e no Mundo

Na última sexta-feira (20), no Brasil, o balanço do Ministério da Saúde confirmou 904 casos. Neste sábado São Paulo e Rio de Janeiro confirmaram novas mortes pela covid-19, subindo para 18 óbitos em decorrência da doença no Brasil. Já em Pernambuco, o Governo de Pernambuco, em coletiva de imprensa, anunciou que o Estado já conta com 31 casos confirmados do novo coronavírus e uma caso com cura clínica.

>> Coronavírus: Pernambuco anuncia 1º caso de cura em mulher que foi infectada e envia à Alepe decreto de calamidade pública

>> Sobe para 904 o número de casos confirmados do novo coronavírus no Brasil

Confira o mapa de casos

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (mascára cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

Confira o passo a passo de como lavar as mãos de forma adequada

Comentários

Últimas notícias