covid-19

Coronavírus: banho de mar não está proibido em Pernambuco, mas especialistas fazem alerta

O profissional afirma que o perigo não está no banho de mar, mas na aglomeração nas praias

Larissa Lira Marcelo Aprígio
Larissa Lira
Marcelo Aprígio
Publicado em 21/03/2020 às 12:28
Notícia
YACY RIBEIRO / JC IMAGEM
Após o decreto do Governo do Estado de proibir esportes coletivos e o comércio nas praias, a praia de Boa Viagem teve um sábado (21) atípico - FOTO: YACY RIBEIRO / JC IMAGEM
Leitura:

Apesar da Praia de Boa Viagem ter tido uma manhã atípica neste sábado (21), devido a determinação do governo de Pernambuco para que o comércio de praia não funcione, alguns banhistas se aventuraram a dar um mergulho no mar.

>> Coronavírus: governo pede à população que não vá às praias

>> Em tempos de coronavírus, veja locais e esquema de vacinação contra gripe no Recife

>> Pernambuco divulga mais duas curas de coronavírus; são 33 casos no Estado

>> Brasil tem 1.128 casos confirmados de coronavírus com 18 mortes

>> Justiça de Pernambuco proíbe enfermeiros de começarem a greve programada para a segunda-feira (23)

>> Bolsonaro determina quais serviços não podem parar durante pandemia no coronavírus; veja a lista

Segundo o tenente coronel Elton Moura do Corpo de Bombeiros, o banho de mar não está impedido. "Não está proibido vir à praia. A proibição está em realizar atividades esportivas e se aglomerar em determinados locais, além do comércio. Mas o banho está liberado", orienta.

Sabendo da liberação, o aposentado Luiz Prado, 75 anos, morador de um prédio na Avenida Boa Viagem, decidiu passar um tempo na praia, mas disse que está se protegendo como pode para não contrair a doença. "Eu achei excelente o decreto do governo de restringir atividades nas praias e determinar o fechamento do comércio, eu só vim hoje dar uma voltinha e já estou indo para casa para me proteger", falou.

Assim como Luiz, o profissional autônomo Roberto Freitas foi à praia de Boa Viagem na manhã deste sábado (21). "Eu passo o dia sozinho em casa e vim fazer uma visita a um familiar, acabei aproveitando para admirar a praia", contou ele, que ainda disse aproveitar o período de isolamento social que se impôs para escutar músicas e ler livros.

Apesar da liberação, em entrevista ao Jornal do Commercio, o infectologista Gabriel Serrano alerta sobre o perigo da atividade. "Temos que lembrar que o coronavírus é um vírus de via aérea. Ele passa muito fácil de uma pessoa para outra. A doença, normalmente, ocasiona um quadro de síndromes gripais comuns. Mas não é todo mundo que terá a sorte de ter um quadro leve. Por isso, temos uma responsabilidade muito grande conosco e com o outro, já que não sabemos como o vírus irá se comportar em cada corpo", alerta.

O infectologista também afirma que o calor não é suficiente para matar o vírus. "O clima quente e úmido do Estado não é suficiente para matar o vírus. Ele fica mais lento, diminui a quantidade, mas isso não impede a infecção. Principalmente quando há aglomerações."

Já sobre os riscos do banho de mar, o profissional relata que ainda não há estudos que comprovem que o banhista pode ser infectado pelo vírus ao entrar na água e ao ter contato com a areia. "Não há nenhum estudo que comprove que o coronavírus possa ser pego na areia da praia. No entanto, de acordo com outros vírus, é provável que sim, já que o vírus resiste durante algumas horas em superfícies", explica.

Por fim, ele alerta que o perigo maior está na aglomeração. "O fato da pessoa ir à praia por não estar assintomático não traz segurança. Visto que nem todos os casos desenvolvem os sintomas da doença". Ele ainda faz referência à estimativa de que o sucesso no controle da transmissão está na média de que apenas uma em cada oito pessoas saia de casa. 

Aglomeração em Porto de Galinhas 

Neste sábado (21), banhistas em Porto de Galinhas, no município de Ipojuca, Litoral do Sul de Pernambuco, desrespeitaram as medidas adotadas pelo Governo do Estado para evitar aglomerações. Segundo a Prefeitura de Ipojuca, que realizou uma operação para fiscalizar as praias, cerca de 400 banhistas estavam no local. Segundo a gestão municipal, a maioria das pessoas no local eram turistas. 

BRENDA SILVEIRA / CORTESIA
Prefeitura de Ipojuca retira banhistas da praia de Porto de Galinhas neste sábado (21) - BRENDA SILVEIRA / CORTESIA

Casos no Brasil e em Pernambuco

Na última sexta-feira (20), no Brasil, o balanço do Ministério da Saúde confirmou 904 casos, além de 11 óbitos em decorrência da doença. Já em Pernambuco, o Governo de Pernambuco, em coletiva de imprensa, anunciou que o Estado já conta com 31 casos confirmados do novo coronavírus e uma caso com cura clínica. 

>> Coronavírus: Pernambuco anuncia 1º caso de cura em mulher que foi infectada e envia à Alepe decreto de calamidade pública

>> Pernambuco tem 31 casos confirmados de coronavírus 

>> Sobe para 904 o número de casos confirmados do novo coronavírus no Brasil

Confira o mapa de casos

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (mascára cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

Confira o passo a passo de como lavar as mãos de forma adequada

BRENDA SILVEIRA / CORTESIA
A prefeitura de Ipojuca fez neste sábado (21) uma operação para fiscalizar as aglomerações na praia de Porto de Galinhas - BRENDA SILVEIRA / CORTESIA
Arnaldo Carvalho/JC Imagem
Boa Viagem às 12:30 (próximo ao Acaiaca) - Arnaldo Carvalho/JC Imagem
Arnaldo Carvalho/JC Imagem
Boa Viagem às 12:30 (próximo ao Acaiaca) - Arnaldo Carvalho/JC Imagem
BRENDA SILVEIRA / CORTESIA
Prefeitura de Ipojuca retira banhistas da praia de Porto de Galinhas neste sábado (21) - BRENDA SILVEIRA / CORTESIA

Comentários

Últimas notícias