RECUPERAÇÃO

Alvo de furtos e vandalismo, Parque das Esculturas receberá investimento de R$ 5 milhões para restauração

Dos R$ 5 milhões, R$ 2 milhões são de emenda parlamentar do mandado do prefeito eleito do Recife, João Campos, como deputado federal

Rute Arruda
Rute Arruda
Publicado em 16/12/2020 às 20:10
Notícia
Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem
No último dia 4 de dezembro, a Serpente Marinha, de 22 metros, foi furtada - FOTO: Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem
Leitura:

O Parque das Esculturas Francisco Brennand, um dos cartões-postais do Recife e alvo constante de atos de vandalismo, sendo o último deles registrado no dia 30 de novembro , receberá um investimento de R$ 5 milhões para restauração. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (16) pelo prefeito do Recife, Geraldo Júlio (PSB), e pelo prefeito eleito da capital, João Campos (PSB). Segundo a Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer (Seturel), as obras serão de responsabilidade da próxima gestão.

A verba anunciada nesta quarta é resultado da soma da emenda parlamentar de R$ 3 milhões do deputado federal Tadeu Alencar (PSB) e de emenda de R$ 2 milhões do mandato do prefeito eleito como deputado federal. 

>> Parque das Esculturas, no Recife, acumula problemas: pisos esburacados, mau cheiro e obras degradadas

>> Homem é encontrado morto e enrolado numa lona, perto do Parque das Esculturas, no Recife

>> Parque de Esculturas está avariado e teve 86 peças roubadas

O investimento servirá para obras de infraestrutura como a recuperação de piso, do píer, iluminação, da guarita de segurança, entre outras. Além disso, inclui a execução de um projeto de recuperação do acervo de obras de arte, que ficará sob responsabilidade do artista plástico Jobson Figueiredo.

Durante a reunião, Geraldo Júlio e João Campos informaram, ainda, que há um plano para que haja uma vigilância 24 horas por dia no Parque. Segundo o atual gestor, a segurança deverá ser feita em uma parceria da prefeitura com o governo de Pernambuco. 

"Fizemos agora uma reunião com o deputado Tadeu Alencar e com prefeito Geraldo Júlio e nós tivemos o compromisso de destinar dois milhões de emendas parlamentares, ainda do nosso mandato, e o deputado Tadeu Alencar colocou três milhões de reais, e nós com esses recursos serão possível viabilizar toda a restauração do Parque das Esculturas Francisco Brennand, e poder fazer um plano, não apenas de restauração, mas também de ocupação de ativação cultural e vigilância permanente para garantir que esse importante patrimônio seja protegido e esteja à disposição de nossa cidade", declarou João Campos.

Histórico de violência

Inaugurado no final de dezembro de 2000, o Parque das Esculturas Francisco Brennand é alvo constante de atos de vandalismo. No último dia 30 de novembro, a Serpente Marinha, obra do ceramista, escultor e artista plástico Francisco Brennand, o pelicano e o atobás foram furtados. A serpente, que possuía 22 metros e feita com bronze, foi inaugurada em 2014. No mesmo ano de inauguração da serpente, as estátuas de Santo Cosme e Damião foram depredadas por um grupo de cinco rapazes.

Em 2018, um advogado de 47 anos foi morto a tiros enquanto andava de bicicleta com a família. As vítimas foram abordadas por dois suspeitos, que anunciaram o assalto. O homem ainda chegou a ser socorrido para o Hospital da Restauração, localizado no bairro do Derby, área central do Recife.

No dia 5 de novembro deste ano, um homem de aproximadamente 20 anos foi encontrado morto na Avenida Brasília Formosa, próximo ao parque. A vítima estava com marcas de tiro e enrolado em um pedaço de lona.

Além desses crimes, o Parque das Esculturas é retrato do abandono. Um dos principais cartões-postais da cidade, que abriga um dos monumentos mais famosos da capital, a Coluna de Cristal, sofre com problemas causados pela falta de manutenção, como, por exemplo, estruturas enferrujadas, obras degradadas, e piso cheio de buracos.

Procurada pela reportagem nesta quarta-feira, a Secretaria de Esportes, Turismo e Lazer do Recife informou que, desde 2013, foram investidos cerca de R$ 2 milhões no parque. 

Ainda de acordo com a Seturel, as intervenções de manutenção e recuperação são realizadas devido "aos recorrentes atos de vandalismo que o local sofre". "Entre as peças que foram destruídas ou furtadas estão Tartarugas, Maçaricos, Ovos (pequenos, médios e grandes), portões medievais, escultura Damião, Serpente Marinha, escultura Fênix, placa histórica e placas de sinalização turística", diz um trecho da nota.

Em relação ao monitoramento do parque, a secretaria informou que, atualmente, a Guarda Municipal monitora o local por meio de câmera instalada no Marco Zero, além de contar com a Ronda Turística que circula pelo Bairro do Recife.

Furto de obras de arte

No último dia 30 de novembro, obras de arte que ficavam expostas no Parque das Esculturas foram furtadas. A Secretaria de Esportes, Turismo e Lazer do município informou que a Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS-PE) foi acionada para apurar os fatos. O JC procurou o delegado responsável pelo caso, mas não obteve retorno. 

 

TVJC
CRIME Serpente de bronze, que fazia parte do acervo, foi levada por criminosos no dia 30 de novembro - FOTO:TVJC
TVJC
Roubo da serpente de bronze do Parque das Esculturas de Brennand - FOTO:TVJC

Comentários

Últimas notícias