COMBATE À COVID-19

Pernambuco prorroga até março proibição de som em praias, bares e restaurantes

A decisão foi publicada na edição desta quinta-feira (11) do Diário Oficial do Estado

Marcelo Aprígio
Marcelo Aprígio
Publicado em 11/02/2021 às 10:15
Notícia
JAILTON JUNIOR/JC IMAGEM
Inicialmente, a proibição, que começou a valer em 15 de janeiro, teria duração de apenas 30 dias, indo até 15 de fevereiro - FOTO: JAILTON JUNIOR/JC IMAGEM
Leitura:

O governo de Pernambuco prorrogou a proibição do uso de som, ao vivo ou mecânico, em bares, restaurantes, praias, boates e demais locais que possam provocar aglomeração de pessoas. A decisão anunciada nessa quarta-feira (10) pelo secretário de Saúde, André Longo, foi oficializada e publicada na edição desta quinta-feira (11) do Diário Oficial do Estado. Com a prorrogação, a proibição segue até o dia 15 de março de 2021.

"A medida anunciada tem o objetivo de evitar o aumento nos níveis de transmissão da Covid-19. Nosso apelo é para que todos sigam as orientações e evitem as aglomerações", ressaltou Longo, durante coletiva de imprensa transmitida pela internet direto do Palácio do Campos das Princesas, sede do governo estadual, no Centro do Recife.

Inicialmente, a proibição, que começou a valer em 15 de janeiro, teria duração de apenas 30 dias, indo até 15 de fevereiro. Mas agora foi estendida por mais um mês. A decisão foi tomada devido ao aumento no número de casos graves de covid-19 e de internações de pacientes com suspeita ou contaminados com o novo coronavírus. De acordo com o último boletim da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), o Estado contabiliza 274.809 casos confirmados da doença e 10.577 mortes.

"O funcionamento e atendimento ao público em restaurantes, lanchonetes, bares e similares, localizados no Estado de Pernambuco, devem observar o disposto neste Decreto e as determinações constantes em Portarias da Secretaria de Saúde e Secretaria de Desenvolvimento Econômico", diz trecho do decreto estadual nº 50.258.

Fechamento de bares no Carnaval

No mesmo documento, o Poder Executivo estadual oficializou a proibição do funcionamento de bares, restaurantes, lanchonetes e similares entre 20h desta sexta-feira (12) e 6h da próxima segunda-feira (15) no Bairro do Recife e no Sítio Histórico de Olinda, em razão da suspensão do Carnaval 2021. A festa momesca no Estado foi suspensa devido à pandemia, bem como o ponto facultativo para repartições públicas.

"Os órgãos dos estados, em conjunto com as prefeituras das duas cidades, irão fiscalizar o cumprimento do decreto e prevenir a aglomeração de pessoas nos dois locais", afirmou o governador em publicação nas redes sociais.

Fiscalização

O governo afirmou, também, que haverá um reforço de 1.928 postos de trabalho de policiamento, durante o período do carnaval, para fiscalizar e reprimir aglomerações e demais irregularidades. É possível fazer denúncias de troças, blocos ou qualquer outra aglomeração pelos números 190, 181 e pelo telefone 0800.081.5001.

"Todas as forças de segurança estarão com reforço, bem como as delegacias. A fiscalização será intensificada no Sítio Histórico de Olinda, Bairro do Recife e outros pontos da Região Metropolitana, Agreste e Sertão", afirmou o secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua.

Comentários

Últimas notícias