INSEGURANÇA

Restaurante do Rosarinho, na Zona Norte do Recife, é alvo de três investidas criminosas durante o final de semana

De acordo com a dona do estabelecimento, o restaurante sofreu duas invasões e uma tentativa. As ações aconteceram durante a madrugada

Danielle Santana
Danielle Santana
Publicado em 22/02/2021 às 15:04
Notícia

Jailton Júnior/JC Imagem
A última tentativa ocorreu neste domingo (21), quando um homem tentou entrar no restaurante para realizar novos furtos - FOTO: Jailton Júnior/JC Imagem
Leitura:

Com informações do repórter Mário Oliveira, da TV Jornal

A dona de um restaurante localizado no bairro do Rosarinho, na Zona Norte do Recife, tem diversos motivos para se queixar da segurança na área. Segundo ela, o estabelecimento foi alvo de bandidos por três vezes apenas neste fim de semana. A última tentativa ocorreu nesse domingo (21).  

Imagens de um circuito de segurança de um dos prédios que ficam no entorno do estabelecimento flagrou o momento em que o suspeito vai em direção ao restaurante. Dessa vez, a ação não teria sido concretizada por causa de um alarme que disparou.

De acordo com a dona do estabelecimento, alguns objetos foram levados do local nas ações anteriores, causando um prejuízo de R$ 5 mil. Com medo de se identificar, a mulher revela que os crimes costumam acontecer pela madrugada. "No primeiro dia, eles vieram e levaram uma máquina que as crianças brincam. No outro dia, levaram a máquina de café e o som. Domingo, aconteceu novamente", afirma a dona do estabelecimento. Com receio da violência, ela decidiu instalar um sistema de segurança privado. "Não tem segurança nenhuma, não vemos a Polícia passando. Já tem 27 anos que temos esse restaurante e isso nunca havia acontecido, mas agora está tendo assalto direto", completa a dona do restaurante. 

Quem mora no local, também reclama da falta de policiamento na área. "Está muito difícil, o índice de assaltos cresceu bastante e não vejo policiamento ostensivo aqui", desabafa o estudante Marcos Paulo. A violência também tem mudado a rotina do personal trainer Vitor Hugo. "A gente entra no carro já olhando para os lados, com rapidez, porque o medo da criminalidade é grande", comentou. 

Por meio de nota, a Polícia Militar informou que o policiamento na área deverá ser reforçado. O órgão também esclareceu que o "policiamento ostensivo no bairro é realizado pelo 13º BPM através de Guarnições Táticas, que efetuam rondas ostensivas com abordagens. O local conta ainda com o apoio do Grupo de Apoio Tático Itinerante (GATI). O número de Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVP) no bairro apresenta redução de 19% neste mês de fevereiro, comparado ao mesmo período do ano passado. A unidade realizou ainda neste mês, na área de Rosarinho, uma prisão por lesão corporal doméstica, duas prisões por furto de fio, uma prisão por furto em residência e uma prisão por roubo de celular".

A PM destacou ainda a importância de ligar para o 190, no momento da ocorrência ou prestar uma queixa, posteriormente, na Delegacia de Polícia Civil. O objetivo é viabilizar ajustes na estratégia de segurança.

Comentários

Últimas notícias