PATRIMÔNIO

Estátua de Reginaldo Rossi no Recife tem pichação retirada

Um dia após a estátua do cantor e compositor Reginaldo Rossi ser alvo de vandalismo, uma equipe da Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana do Recife (Emlurb) esteve no local para realizar a limpeza

JC
JC
Publicado em 22/02/2021 às 18:53
Notícia

MARCOS PASTICH/PCR
INVESTIMENTO Foram gastos R$ 35 mil com obra que homenageia cantor - FOTO: MARCOS PASTICH/PCR
Leitura:

A estátua em homenagem ao Rei do Brega, Reginaldo Rossi, que está localizada no Pátio de Santa Cruz, área central do Recife, passou uma limpeza na manhã desta segunda-feira (22), após amanhecer pichada no último domingo (21). O serviço de limpeza foi feito por uma equipe da Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana do Recife (Emlurb). 

>> Estátua no Recife eterniza o Rei Reginaldo Rossi; veja fotos

>> Reginaldo Rossi é declarado Patrono do Brega pela Alepe

>> Veja o que daria para ser construído no Recife com valor gasto para recuperar obras vandalizadas

O artista foi esculpido junto com um microfone, uma rosa, um papel e uma bandeja com garrafa e copo de cerveja. Neste domingo (21), a reportagem do JC encontrou a garrafa pichada por vândalos. 

FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
Após poucos dias da instalação, a estátua de Reginaldo Rossi no Pátio de Santa Cruz já se encontra depredada - FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM

 

Reginaldo Rossi foi a 18ª personalidade pernambucana homenageada com uma obra, integrando o Circuito da Poesia. A inauguração foi no último dia 02. Mas a soma do desrespeito pela cultura com ineficazes ações de fiscalização fez com que a estátua, assim como tantas outras na capital pernambucana, fosse vandalizada.

De acordo com a Prefeitura do Recife, anualmente são gastos, em média, R$ 2 milhões por causa de danos causados por pichações e vandalismo. O valor poderia ser investido, por exemplo, na construção de creches e upinhas.

A escultura, que mostra o cantor em uma mesa de bar, objeto eternizado em uma de suas músicas de maior sucesso, "Garçom", teve um investimento de R$ 35 mil e foi elaborada pelo artista Demétrio Albuquerque.

Rossi, morto aos 69 anos, vítima de câncer de pulmão em 2013, ficou conhecido por "Rei do Brega" devido a suas populares canções que falam de amor e traições. Em contrapartida, também cantou músicas enaltecendo o Estado e sua capital, Recife, elencando as belezas naturais da região. Em 2020 foi declarado Patrono do Brega.

Circuito da Poesia

Composto por cartões postais, o Circuito da Poesia enaltece e reverencia outros 17 nomes ligados à arte da capital. São eles: Manoel Bandeira (Rua da Aurora); João Cabral de Melo Neto (Rua da Aurora); Capiba (Rua do Sol); Carlos Pena Filho (Praça do Diário); Clarice Lispector (Praça Maciel Pinheiro); Antônio Maria (Rua do Bom Jesus); Ascenso Ferreira (Cais da Alfândega); Chico Science (Rua da Moeda); Solano Trindade (Pátio de São Pedro); Luiz Gonzaga (Praça Mauá); Mário Mota (Pátio do Sebo), Joaquim Cardozo (Ponte Maurício de Nassau), Ariano Suassusa (Rua da Aurora); Alberto da Cunha Melo (Parque 13 de Maio), Celina de Holanda (Avenida Beira Rio), Liêdo Maranhão (Praça Dom Vital) e Naná Vasconcelos (Marco Zero).

 

FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
Após poucos dias da instalação, a estátua de Reginaldo Rossi no Pátio de Santa Cruz já se encontra depredada - FOTO:FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM

Comentários

Últimas notícias