CRIME

Três homens são presos em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, suspeitos de participarem de estupro coletivo

A vítima é uma mulher de 40 anos com deficiência mental

Vanessa Moura
Vanessa Moura
Publicado em 25/02/2021 às 18:46
Notícia

REPRODUÇÃO/TV JORNAL INTERIOR
Os homens foram encaminhados para a Penitenciária Juiz Plácido de Souza - FOTO: REPRODUÇÃO/TV JORNAL INTERIOR
Leitura:

Três homens, que não tiveram as identidades divulgadas, suspeitos de participação em um estupro coletivo contra uma mulher de 40 anos, foram presos em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. A delegada da Mulher do município, Jimena Golveia, explicou que a vítima não teria condições de consentir um ato sexual já que, além de possuir deficiência mental comprovada, foi alcoolizada pelos suspeitos. 

"A vítima não tem discernimento de consentir nenhum ato sexual, ela é uma jovem senhora de 40 anos, que tem problemas mentais comprovados por psiquiatra. Além disso, eles ofereceram bebida alcoólica pra ela e ela tomou bebida alcoólica o que a deixou ainda mais fora de si, já que ela toma remédios controlados", revelou a delegada. 

De acordo com a Polícia Civil, as investigações do caso começaram após a filha da vítima ser surpreendida com o recebimento de um vídeo que mostraria três homens estuprando a mulher. "De posse desse vídeo, que já estava sendo divulgado na localidade onde ela reside, a gente entrou em campo com as investigações", explicou.

Ainda segundo Jimena, os três suspeitos eram vizinhos da vítima e faziam parte de seu convívio. "Quando essa situação veio à tona, que tudo foi explicado, se partiu para a identificação dos três. Dois aparecem na filmagem e um está fazendo a filmagem, mas foi possível a identificação porque eram pessoas do convívio dela, eram vizinhos. Depois da identificação eles foram interrogados e depois de todas as provas colhidas, optamos pela prisão preventiva", explica a delegada.

Os homens foram encaminhados para a Penitenciária Juiz Plácido de Souza, no município de Caruaru, onde aguardam julgamento.


ALEXANDRO AULER/ACERVO JC IMAGEM
As investigações tiveram início após um vídeo do estupro chegar até a filha da vítima - FOTO:ALEXANDRO AULER/ACERVO JC IMAGEM

Comentários

Últimas notícias