operação resguardo

Pernambuco se destaca em operação de combate à violência contra a mulher do Brasil

Até às 17h do domingo (7) o Estado seguiu em segundo lugar no País na quantidade de prisões em flagrante, com 948 notificações, estando atrás apenas de São Paulo

Bruna Oliveira
Bruna Oliveira
Publicado em 08/03/2021 às 11:41
DIVULGAÇÃO
Pernambuco também se destaca ocupando o primeiro lugar no Nordeste com a instauração de 3.753 inquéritos policiais e no número de inquéritos concluídos que são 2.397 - FOTO: DIVULGAÇÃO
Leitura:

Nessa segunda-feira (8), Dia Internacional da Mulher, Pernambuco se destacou durante a Operação Resguardo, uma ação coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) que tem como objetivo buscar suspeitos de ameaças, tentativas de feminicídio, lesão corporal, descumprimentos de medidas protetivas, estupro, importunação, entre outros crimes contra a mulher em todo Brasil.

>> Pernambuco e mais quatro estados tiveram juntos 449 casos de feminicídio em 2020

>> Mulher é vítima de feminicídio em Jaboatão, no Grande Recife

Até às 17h do domingo (7) o Estado seguiu em segundo lugar no País na quantidade de prisões em flagrante, com 948 notificações, estando atrás apenas de São Paulo; na lavratura de Termos Circunstanciados de Ocorrência ocupou o terceiro lugar, com 1.313, sendo o terceiro estado no Brasil. 

Pernambuco também se destaca ocupando o primeiro lugar no Nordeste com a instauração de 3.753 inquéritos policiais e no número de inquéritos concluídos que são 2.397; além disso, do litoral ao sertão pernambucano, foram apuradas 1.106 denúncias; 13.584 vítimas foram atendidas; ocorreram 4.300 visitas/diligências; 84 mandados de prisões, 29 mandados de busca e apreensão; 3.662 medidas protetivas; 883 pessoas presas e 139 armas apreendidas.

Com o apoio da Secretaria de Operações Integradas (Seopi/MJSP), a Operação Resguardo é maior ação de combate a crimes de violência contra a mulher do Brasil, de acordo com o MJSP, em que conta com o trabalho de cerca de 5 mil policiais civis.

Os trabalhos da operação tiveram início com a apuração de denúncias, instauração de inquéritos policiais, levantamento de mandados de prisão e cumprimento de mandados judiciais pelas Polícias Civis, principalmente as delegacias especializadas no atendimento à mulher.

 

Comentários

Últimas notícias