CLIMA

Veja onde mais choveu no Grande Recife e Zona da Mata nas últimas 24 horas

A Agência Pernambucana de Águas e Clima emitiu ontem um alerta de chuvas moderadas até a tarde deste sábado (10)

Edilson Vieira
Cadastrado por
Edilson Vieira
Publicado em 10/04/2021 às 9:07 | Atualizado em 10/04/2021 às 17:51
Cortesia
Segundo o monitoramento pluviométrico da Apac, Rio Formoso é o município com maior acúmulo de chuvas nas últimas 24h - FOTO: Cortesia
Leitura:

Rio Formoso, Ipojuca e Camaragibe foram as localidades de Pernambuco com maior precipitação de chuvas nas últimas 24 horas, segundo a Agência Pernambucana de Águas e Clima. A Apac havia emitido no final da tarde de ontem (09) um alerta indicando a possibilidade de chuvas moderadas a fortes até a tarde deste sábado (10).

Apac renova alerta de chuva moderada a forte para o Grande Recife, Zona da Mata e Agreste

Em Rio Formoso (Mata Sul) choveu 69,58 mm e a área mais atingida foi o Centro da cidade. Em Ipojuca (no Litoral Sul) o distrito de Camela teve as maiores precipitações, com 66,98 mm. Já Camaragibe (Região Metropolitana do Recife), registrou 65,14 mm de chuvas, sendo a área mais atingida o Bairro do Timbi.

CAPITAL

No Recife, as áreas mais atingidas, segundo a Apac, foram os bairros de Dois Unidos, na Zona Norte, (com 42,63 mm de chuva), Várzea, na Zona Oeste (com 40,43 mm) e no Alto do Mandú, na zona Norte (40,31 mm).

A Coordenadoria de Defesa Civil de Pernambuco registrou duas ocorrências nas últimas 24 horas. Um em Camaragibe, no bairro do Timbi, onde um deslizamento de terra atingiu um muro e parte de uma residência na rua Trindade, sem vítimas. A Codecipe registrou ainda outro deslizamento de terra, dessa vez em Olinda, na rua Gibraltar, no Córrego da Bondade, também sem vítimas e nem danos materiais. Como a noite e madrugada foram de chuvas é possível que surjam novas ocorrências ao longo deste sábado. A Codecipe orienta a população para que, em caso de chuva forte, evite as áreas de risco.

ALERTA

A Defesa Civil do Recife mantém um plantão permanente, podendo ser acionada pelo telefone 0800.081.3400. A ligação é gratuita e o atendimento 24h. A orientação é que, em caso de necessidade, moradores de locais de risco procurem abrigos seguros e acionem o órgão.

Comentários

Últimas notícias