Preso

Liberado em audiência de custódia, suspeito de assalto a ônibus que resultou na morte de motorista é preso por violência doméstica

Ele foi alvo de um mandado de prisão preventiva menos de 24 horas depois da liberação em audiência de custódia

Douglas Hacknen
Douglas Hacknen
Publicado em 10/06/2021 às 22:30
Notícia
ARQUIVO/JC
O homem foi levado para o Cotel, em Abreu e Lima - FOTO: ARQUIVO/JC
Leitura:

Um dos suspeitos de envolvimento na tentativa de assalto a ônibus que resultou na morte de um motorista de coletivo, de 42 anos, e deixou um soldado do Exército gravemente ferido, na última segunda-feira (7), foi novamente preso na tarde desta quarta-feira (10). Após ser liberado em audiência de custódia, na noite de terça (9), o homem de 23 anos foi alvo de um mandado de prisão preventiva por violência doméstica e familiar.

O outro envolvido no assalto, que também tem 23 anos, foi levado para o Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, na Região Metropolitana, após a audiência de custódia.

O mandado de prisão foi expedido pelo Juiz Renato Dibachti Inácio de Oliveira, da Vara de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher da Comarca de Jaboatão dos Guararapes. Apesar de morar no bairro da Muribeca, em Jaboatão dos Guararapes, o homem foi encontrado em Chã Grande, na Zona da Mata pernambucana, pela equipe do Malhas da Lei da 6ª Delegacia Seccional.

Após o cumprimento do mandado, o homem foi encaminhado para o Cotel. 

 

 

 

Comentários

Últimas notícias