Flexibilização

Fernando de Noronha libera apresentações musicais de grupos com até três integrantes

Antes, estavam autorizadas apenas apresentações com voz e violão

Larissa Lira
Larissa Lira
Publicado em 20/07/2021 às 21:52
Notícia
ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Bares e restaurantes estão liberados para funcionar até meia-noite - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

A Administração do Arquipélago de Fernando de Noronha informou, no boletim epidemiológico desta terça-feira (20), que as apresentações ao vivo, que estavam autorizadas apenas no formato voz e violão, passam a ser permitidas com grupos formados por até três integrantes, incluindo o cantor ou DJ, e o uso de qualquer tipo de instrumento musical.

Bares e restaurantes estão liberados para funcionar até meia-noite. De acordo com a administração, nenhum novo caso de covid-19 foi registrado nas últimas 24 horas. O destino turístico, até o momento, só tem um paciente em quarentena. Noronha tem ao todo 721 registros da doença, sendo 639 no arquipélago e 82 casos importados. Desse total, 715 pessoas estão recuperadas e cinco óbitos foram confirmados.

Eventos 

Seguindo o plano de convivência do Governo do Estado, eventos sociais e corporativos estão permitidos, com capacidade limitada. No caso dos eventos sociais, o limite é de 50 pessoas ou 30% da capacidade do local (o que for menor). Os eventos corporativos podem ser realizados para até 100 pessoas ou 30% da capacidade do local (o que for menor). Festas e shows na ilha, no entanto, continuam proibidos. Também permanece vedado o funcionamento das atividades não essenciais no horário compreendido entre 0h e 5h. 

Turismo 

Quem quiser conhecer os encantos da Ilha, precisa seguir os protocolos de segurança em vigor desde dezembro de 2020. É preciso o resultado negativo, obtido através do exame RT-PCR, com até 48h de antecedência da viagem, que deve ser apresentado no embarque. Também é necessário deixar uma cópia do laudo no desembarque em Noronha.

Quem já teve a covid-19 deve apresentar o exame RT-PCR com o resultado positivo realizado no mínimo 20 dias antes do embarque ou, no máximo, 90 dias antes. Também vale o exame reagente de IgG por sorologia (de sangue), feito, no máximo, 90 dias antes da viagem para a ilha. Os exames de saída agora são por amostragem.

 

 

Comentários

Últimas notícias