Serviço Público

Veja cargos e salários do concurso para a área de assistência social retomado pela Prefeitura do Recife

Concurso foi suspenso em maio de 2020, já com as inscrições encerradas, por conta das restrições causadas pela pandemia

Edilson Vieira
Edilson Vieira
Publicado em 21/10/2021 às 18:37
Notícia
Daniel Tavares/PCR
Profissionais farão trabalhos ligados diretamente a população mais vulnerável - FOTO: Daniel Tavares/PCR
Leitura:

O concurso para a Secretaria de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos, Juventude e Políticas sobre Drogas da Prefeitura do Recife já havia encerrado as inscrições, em março de 2020, mas não chegou a aplicar as provas de seleção, que estavam marcadas para o dia 09 e abril de 2020. A Lei Complementar Nº 173, que proibia a execução de concurso público para preenchimento de novos cargos, suspendeu temporariamente o concurso que só agora foi retomado pela Prefeitura do Recife.

A Fundação Carlos Chagas, organizadora do certame, deverá divulgar nos próximos dias um novo cronograma com a nova data de realização das provas e de divulgação dos resultados. Não está previsto a reabertura das inscrições.

Segundo o edital do concurso, publicado em fevereiro do ano passado, estão previstas 301 vagas em cargos de nível superior e médio, com início imediato e também formação de cadastro de reserva. As vagas são para os seguintes cargos: Assistente Social, Psicólogo, Pedagogo, Terapeuta Ocupacional, Nutricionista, Intérprete de Língua Brasileira de Sinais - Libras (analista e assistente), Braillista (analista e assistente), Guia Intérprete, Audiodescritor, Agente Administrativo, e Educador Social.

SALÁRIOS

Os salários previstos no edital são: Para os cargos de assistente social, psicólogo, pedagogo, terapeuta ocupacional e nutricionista, o vencimento base é de R$ 2.221,77, acrescido de gratificação por exercício da profissão, no valor de R$ 200,00.  Há ainda o adicional de risco de vida, no valor de R$ 297,87 paga aos  servidores a serem lotados nos Centros POP, nas Casas de Acolhida, nos Centros de Referência Especializados de Assistência Social – CREAS, nos Centros de Referência de Assistência Social – CRAS e, ou no Serviço Especializado de Abordagem Social –SEAS.

Já a remuneração dos cargos de intérprete de Libras; braillista; guia intérprete e audiodescritor é de R$ 2.650,00, como vencimento base. Para o cargo de nível médio na função de educador social, a base salarial é de R$ 1.459,60 mais a gratificação de abordagem social de rua, no valor de R$ 120,00, e mais a gratificação de exercício da profissão, no valor de R$ 150,00 e risco de vida no valor de R$ 192,95. a ser paga os servidores dos Centros POP, nas Casas de Acolhida, nos Centros de Referência Especializados de Assistência Social – CREAS, nos Centros de Referência de Assistência Social – CRAS e, ou no Serviço Especializado de Abordagem Social – SEAS. Há ainda o adicional de plantão, no valor de R$ 130,00 atribuído aos servidores lotados na Secretaria de Desenvolvimento Social sujeitos ao regime de plantão.

Para o cargo de agente administrativo, o vencimento base, no valor de R$ 1.166,01 é acrescido do adicional de risco de vida, no valor de R$ 149,69 a ser paga os servidores nos Centros POP, nas Casas de Acolhida, nos Centros de Referência Especializados de Assistência Social – CREAS, nos Centros de Referência de Assistência Social – CRAS ou no Serviço Especializado de Abordagem Social – SEAS. Terão ainda a gratificação de exercício da profissão, no valor de R$ 150,00.  Para as funções de intérprete de Língua Brasileira de Sinais-Libras e braillista, o salário base é de R$ 1.500,00.


Comentários

Últimas notícias