hellcife?

Calor no Recife: meteorologista diz que temperaturas podem melhorar apenas em 2022

A meteorologista Edvania Santos explica os motivos pelos quais o fenômeno acontece nessa época do ano

Julianna Valença
Cadastrado por
Julianna Valença
Publicado em 05/11/2021 às 13:50 | Atualizado em 05/11/2021 às 14:35
ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
BAIXA TEMPERATURA Quem anda pelo Recife, pela manhã, reclama - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

Ainda nem chegou o verão e o calor já é sentido pelos moradores das regiões de Pernambuco no mês de outubro e no início de novembro. Desde o fim do período chuvoso, as altas temperaturas têm sido registradas também pelo sistema da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) e devem se prolongar pelo começo da próxima estação do ano. A meteorologista Edvania Santos explica os motivos pelos quais o fenômeno acontece.

>> Que calor é este? Índice ultravioleta chega a nível extremo no Recife antes mesmo do verão

>> De "Recife Frio" a "Hellcife": onda de calor invade a capital pernambucana

Nas redes sociais, os pernambucanos enfatizam as sensações de altas temperaturas, com muito bom humor e memes. "Bom que não tem muitos mosquito aqui em Pernambuco, morreram todos de calor", escreveu um perfil no Twitter.

 

Os meses 10 e 11 configuram a primavera no hemisfério sul, além de serem o período mais seco em todo o Estado, o que provoca as altas temperaturas. “Nesse período há histórico de cidades que apresentam temperaturas mais elevadas. Ontem, por exemplo, o município de Cabrobó, no Sertão, registrou 38ºC, sendo a média de novembro 34º. Recife registrou 33.8°C, sendo a média do mês 30ºC”, relata a profissional.

A transição da estação de inverno para a de verão é uma das principais causas para o aumento de temperatura nesta época do ano. Enquanto no inverno os dias são mais curtos e com uma menor incidência de raios solares, na primavera começa o período de transição para o verão, quando os dias são mais longos. Neste ano o verão começa em 21 de dezembro, às 12h59.

>> Pouca chuva e muito calor: meteorologista revela previsão do tempo para a primavera em Pernambuco

De acordo com Edvania Santos, os pernambucanos vão continuar sentindo calor pelo início do verão, mas a boa notícia é que são previstos graus mais amenos no Estado com a chegada do mês de janeiro. “Em dezembro ocorrem as chuvas no Sertão e as temperaturas dão uma amenizada na região devido a nebulosidade. Neste período podem ocorrer chuvas no Litoral, o que influencia na temperatura também. No entanto, essa região é mais quente e tem poucos períodos de precipitação nessa época do ano”, explica Edvania Santos.

Com isso, é preciso estar atento e se cuidar para seguir pelos próximos dias, já que quando os termômetros aumentam há riscos de acontecerem mal estar e incômodos, principalmente devido a desidratação. Com menos líquido no corpo, o indivíduo pode apresentar tonturas, sensação de cansaço, fadiga, queda na pressão arterial e até desmaios.

Comentários

Últimas notícias