Coronavírus

Paulo Câmara cobra responsabilidade e dedicação integral à defesa da vida no combate ao coronavírus

O governador de Pernambuco participou de duas videoconferências, com governadores do Nordeste e os demais estados do país, em reação as recentes declarações do presidente Jair Bolsonaro (sem partido)

Mirella Araújo
Mirella Araújo
Publicado em 25/03/2020 às 19:51
Notícia
Heudes Régis / SEI
Governador Paulo Câmara (PSB) anunciou que manterá medidas restritivas para combater o coronavírus e pediu ajuda da população para manter o isolamento social - FOTO: Heudes Régis / SEI
Leitura:

Após se reunir por videoconferência com o Consórcio Nordeste e o Fórum Nacional de Governadores, nesta quarta-feira (25), o governador do Estado Paulo Câmara (PSB), utilizou suas redes sociais para reafirmar que manterá todas as medidas restritivas para combater a proliferação do novo coronavírus. O gestor, que já havia declarado que “o Brasil está sem comando” ao rebater o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), declarou que “nada é mais importante e urgente do que proteger a vida, não pode existir outra escolha”.

“Vamos precisar sim, construir caminhos para recuperação econômica, será assim no mundo, mas tudo ao seu tempo. Vida perdida, como a que tivemos hoje em nosso estado, não se recupera”, afirmou Paulo Câmara. A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), confirmou a primeira morte pelo novo coronavírus no Estado. A vítima é um idoso de 85 anos, que estava internado no Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc), desde a última sexta-feira (20).

>> Coronavírus: Doria defende Caiado, chama Bolsonaro de irresponsável e pede que ele esqueça briga política

Apesar de o presidente da República sugerir apenas o isolamento vertical, que seria o confinamento social intercalado por grupos de risco, como o isolamento social dos idosos, Paulo Câmara assegurou que as medidas tomadas no Estado continuarão em vigência. “Minhas ações se pautam por recomendações científicas e humanísticas, assim continuaremos. Convoco mais uma vez o povo pernambucano a participar desse enorme esforço, pessoal, familiar e profissional. O risco é uma realidade e ninguém pode negar”, afirmou.

>>Em cadeia nacional, Bolsonaro reabre guerra com imprensa e critica gestores estaduais por isolamento do coronavírus

 

Confira na íntegra a Carta dos Governadores do Nordeste:

Em conferência realizada na tarde desta quarta-feira, 25 de março de 2020, nós governadores do Nordeste pactuamos:

1 – O momento vivido pelo Brasil é gravíssimo. O Coronavírus é um adversário a ser vencido com muito trabalho, bom senso e equilibro;

2 – Vamos continuar adotando medidas baseadas no que afirma a ciência seguindo orientação de profissionais de saúde, capacitados para lidar com a realidade atual;

3 – Vamos manter as medidas preventivas gradualmente revistas de acordo com os registros informados pelos órgãos oficiais de saúde de cada região;

4 – É um momento de guerra contra uma doença altamente contagiosa e com milhares de vítimas fatais. A decisão prioritária e a de cuidar da vida das pessoas, não esquecendo da responsabilidade de administrar a economia dos estados. É um momento de união, de se esquecer diferenças políticas e partidárias. Acirramentos só farão prejudicar a gestão da crise;

5 – Entendemos que cabe ao Governo Federal ação urgente voltada aos trabalhadores informais e autônomos. Agressões e brigas não salvarão o País. O Brasil precisa de responsabilidade e serenidade para encontrar soluções equilibradas;

6 – Ao mesmo tempo, solicitamos a necessidade urgente de uma coordenação e cooperação nacional para proteger empregos e a sobrevivência dos mais pobres;

7 - Ficamos frustrados com o posicionamento agressivo da Presidência da República, que deveria exercer o seu papel de liderança e coalizão em nome do Brasil.

Assinam esta carta:

Rui Costa

Governador da Bahia

Renan Filho

Governador de Alagoas

Camilo Santana

Governador do Ceará

Flávio Dino

Governador do Maranhão

João Azevedo

Governador da Paraíba

Paulo Câmara

Governador de Pernambuco

Wellington Dias

Governador do Piauí

Fátima Bezerra

Governadora do Rio Grande do Norte

Belivaldo Chagas

Governador de Sergipe

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias